Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Liminar determina retorno das atividades do Banco do Brasil em Inajá

Publicado em Notícias por em 3 de novembro de 2017

A Defensoria Pública do Estado do Pernambuco ajuizou Ação Civil Pública contra o Banco do Brasil S/A em favor dos moradores da cidade de Inajá, Sertão do Estado.  A ação, impetrada pelo Defensor Público José Antônio de Lima Torres, teve como objetivo evitar a suspensão do atendimento da agência bancária do distrito.

As atividades do Banco do Brasil foram suspensas sob alegação de ataques criminosos em diversas agências no interior do Estado. Ação civil pública vai tentar reativar 11 agências instaladas em Pernambuco, principalmente no Sertão.

Por decisão da Juíza Tayná de Lima Prado Santana, foi determinado o retorno das atividades da agência, já que  a falta de atendimento aos clientes do Banco do Brasil, vem causando grande dano à sociedade daquela região. Com a decisão, a agência deverá retornar seu funcionamento normalmente. Caso descumpra a liminar, o banco pagará uma multa diária de R$ 50 mil.

A cidade de Inajá conta apenas com esta agência bancária para atender uma população de 22 mil habitantes. O Defensor Público José Antônio disse que sem a agência traria um grande prejuízo aos moradores do município e cidades circunvizinhas, principalmente aos idosos, pensionistas, comerciantes, e à grande quantidade correntistas.

Relembre: em 12 de agosto de 2016,  bandidos agiram por volta das 3h da madrugada e arrombaram a porta frontal da agência. Eles  explodiram o cofre,  fizeram um buraco na parede por trás do banco, por onde eles conseguiram retirar o dinheiro.

Para escapar, eles pularam o muro e fugiram com destino ignorado. Em 2014, a mesma agência foi alvo de criminosos na madrugada de 2 de julho. O Banco fica localizado na praça Maria dos Prazeres, no Centro de Inajá.

Deixar um Comentário