Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?



No mesmo plantão de Carlos Evandro, quatro profissionais do HR Emília Câmara contraíram Covid

Publicado em Notícias por em 8 de julho de 2020

Dentre os profissionais, Roberto Vicente, uma pediatra e uma profissional testaram positivo.

Unidade diz que todas medidas de segurança são tomadas e que um ou outro profissional pode ter contraído fora.

É impossível dizer a ordem entre quem transmitiu e quem pegou

Exclusivo

Pelo menos quatro médicos e uma auxiliar de enfermagem teriam contraído Covid-19 em um único plantão no Hospital Regional Emília Câmara. Nele estava o ex-prefeito e pré-candidato Carlos Evandro. A informação foi confirmada por um dos profissionais em contato com o blog.

Neste plantão, além do médico e pré-candidato à prefeitura de Serra Talhada, estavam o mastologista Roberto Vicente, uma pediatra, um ortopedista e uma enfermeira que deram positivo pra covid.

No meio da questão houve uma polêmica envolvendo  o ex-prefeito, que teria se reunido com correligionários antes do São João. O blogueiro Júnior Campos afirmou que pessoas que estavam neste almoço contraíram Covid, o que poderia colocar Carlos na condição de transmissor da doença. Mas o ex-prefeito negou que isso tivesse ocorrido. Disse, ao contrário, que como médico, está mais exposto ao vírus.

“Como todos sabem, sou médico e venho trabalhando na linha de frente durante essa pandemia, buscando amparar as pessoas que precisam de atendimento. Nessa batalha diária, nós, profissionais da saúde, sofremos uma grande exposição ao Corona vírus, e como consequência desse processo acabei sendo contaminado”, disse em rede social. Fato é que torna-se impossível dizer quem veio primeiro: se Carlos pegou na unidade ou fora, o mesmo aplicando-se aos demais.

Outra informação é de que, segundo o médico que trouxe detalhes, pacientes não correram risco. Mas ele alertou para a necessidade de retorno dos protocolos internos da unidade, para evitar que isso ocorra novamente. Todos os profissionais estão ou assintomáticos ou tiveram sintomas leves.

A Direção da unidade afirmou que todos os profissionais que se contaminaram foram afastados para cumprir quarentena. Também que há distribuição de EPIs, desinfecção e outras providências. “Não se pode garantir que foram contaminadas no hospital. Pode ter sido em outra unidade. A maioria dá plantões em outras unidades. Tomamos todas as medidas para preservar nossos profissionais”.

Deixar um Comentário