Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?



Domingos Montagner morre após mergulho no Rio São Francisco

Publicado em Notícias por em 16 de setembro de 2016
Grupo de fãs aguardava a chegada do corpo do ator Domingos Montagner ao IML de Aracaju (Foto: Priscilla Bitencourt/TV Sergipe)

Grupo de fãs aguardava a chegada do corpo do ator Domingos Montagner ao IML de Aracaju (Foto: Priscilla Bitencourt/TV Sergipe)

G1

O diretor do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, José Aparecido Cardoso, informou por volta das 3h da madrugada desta sexta-feira (16) que o resultado da necropsia realizada no corpo de Domingos Montagner apontou que o ator morreu por afogamento.

“Nós encontramos algumas lesões superficiais e a causa da morte foi constatada por afogamento”, afirmou. O corpo foi encontrado a 18 metros de profundidade e a 320 metros da prainha de Canindé do São Francisco, onde ele foi visto pela última vez

Segundo o diretor do IML, será emitida uma declaração de óbito atestando asfixia mecânica por afogamento. O IML aguarda o comparecimento de alguém da família ou algum responsável para fazer a liberação do corpo. Por regra só é possível fazer esse procedimento com grau de parentesco de pai, mãe, filho, esposa, irmão ou por uma pessoa que tenha procuração assinada por alguns desses parentes.

Domingos Montagner, o Santo de “Velho Chico”, da TV Globo, morreu nesta quinta (15) após ser arrastado pela correnteza do Rio São Francisco.

Ele gravou cenas da novela na parte da manhã. Após o término da gravação, o ator almoçou e, em seguida, foi tomar um banho de rio. Durante o mergulho, não voltou à superfície. Camila Pitanga, que estava no local, avisou à produção, que iniciou imediatamente a procura pelo ator.

A atriz descreveu o acidente para a polícia. Segundo ela, os dois foram até uma pedra e mergulharam no rio. Depois, ela notou que havia muita correnteza e avisou Domingos. Eles nadaram de volta para a pedra, Camila chegou primeiro e tentou duas vezes segurar na mão do ator. Mas a correnteza o arrastou.

Comentário(s) (2)

Trackback | Comentários RSS

  1. publique como artigo, Nill
    Um abraço, .

    machado Freire

  2. “Santo” deixou um grande exemplo: comeu “o pão que o que o
    diabo amassou” e mostrou o caminho a seguir

    Jornalista Machado Freire

    É claro que milhões de brasileiros/telespectadores da Globo -mundo afora, têm um grande carinho por “Santo” da novela Velho Chico. ele nos deixa hoje com muitas saudades de uma “personagem real” e moralmente necessária no momento em que o Brasil vive os piores exemplos de bandidagem na política dos nossos dias !
    Quantas pessoas sérias e guerreiras gostariam de desempenhar em vida o papel desse ator que “entrava” todas as noites nas casas de milhões de “noveleiros”. Um “passa-tempo” . que alivia as cabeças dos pais e mães de famílias neste País onde a corrupção campeia e não parece acabar nunca !
    O profissional, o ator propriamente dito, deixa de existir e os telespectadores passam a “incorporar” a figura da personagem, e que personagem. Tomara !
    Um sertanejo destemido, um homem que defende os trabalhadores rurais e que se impõe ao coronelismo de um um tal “Saúrê”. Um coronel que ainda hoje é encontrado nos quatro cantos deste sertão velho corroído pela imoralidade de políticos que insistem se perpetuar no poder. E a lei ainda ampara os chamados “fichas-sujas”, muitos dos quais reincidentes contumazes, de pai para filho.
    Santo e seu irmão ” Bento”, um vereador que deve servir de exemplo (por dar excelentes ee pai para filho.xemplos á Nação Brasileira) deverão ser lembradas- e até mesmo imitados, tão significativos são as atitudes e lições deixados por eles na Velho Chico.
    Rendo minhas homenagens, meus sentimentos mais doidos à memória do ator Domingos Montagner, aos seus colegas atores e familiares (viúva e três filhos) que acabam de perder um grande profissional que deixa um legado extraordinário dada a sua destacada atuação em circos, teatros, cinema e na televisão.

Deixar um Comentário