Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Coluna do Domingão

Publicado em Notícias por em 8 de agosto de 2021

No Sertão,  Paulo deu largada para 2022

Não é novidade pra ninguém que a agenda do governador Paulo Câmara mira também 2022, para ele e para o projeto do PSB no Estado.

Paulo ficou dois dias na região,  principalmente anunciando obras viárias. Entre rodovias visitadas e anunciadas foram sete. E não foi por acaso.  Câmara e seu staff sabem que esse era o maior calo da região.  Depois que o drama hídrico foi quase que totalmente resolvido com a Adutora do Pajeú,  que atravessou os governos Lula, Dilma, Temer e Bolsonaro,  a situação das estradas foi identificada como a mais crítica pela população da região.

O governador trouxe no pacote o anúncio de um plano de retomada da economia,  sinal de ações de saneamento na zona rural,  calçamentos com dinheiro do FEM e outras ações periféricas.  Mas o eixo central de entregas teve relação com as estradas, que eram criticadas por sete a cada dez sertanejos.

Nada é feito sem o olhar eleitoral. Melhorar o desempenho e avaliação do governador e do governo é determinante para o passo que o PSB quer dar em 2022, de manutenção de seu ciclo, iniciado lá em 2006 com Eduardo Campos. E ele precisa ganhar terreno. Uma pesquisa com ouvintes da região na Rádio Pajeú, por exemplo, mostrou o governo com uma avaliação apenas mediana. Pra grande maioria é regular, ou seja, não cheira nem fede.

Assim, na estratégia socialista está a melhoria dos indicativos de avaliação,  uma aliança com o PT que elimine a candidatura própria de Marília, que cole o ex-presidente Lula no santinho,  mais o rótulo do Bolsonarismo em Raquel Lyra, Miguel Coelho e Anderson Ferreira.

Em 2018, Paulo foi reeleito nessa estratégia.  Não tinha um governo líder em avaliação positiva. Pelo contrário. Há três dias de ser reeleito, Paulo era aprovado por 25% e reprovado por 37%, segundo o Ibope. Mas a aliança com o Lulismo, a identificação de Armando Monteiro com “a turma do Temer”, além da fama de pesado do opositor lhe garantiram a vitória no primeiro turno.

Em 2022, o roteiro será o mesmo. A única mudança é de quem vai dançar a valsa.  No momento, vantagem para o ex-prefeito Geraldo Júlio,  com suas virtudes e defeitos. Geraldo nuna análise rápida se comunica melhor que Paulo, mas também não tem de longe o carisma de Eduardo. Por outro lado,  vai ser vidraça com a história das operações da PF e avaliação de seu governo no Recife. Corre ao pau, mas também ao machado…

Sem pé nem cabeça

Circulou que seria “fogo amigo” a nota do Blog do Silvinho que critica Magno Martins e Luciano Duque por aglomeração em uma pizzaria, o que não houve, porque poupou Márcia Conrado, principal liderança à mesa. Apesar da boa relação Duque-Conrado, aliados de menor expressão estariam querendo pôr fogo no munturo. Dá pra entender?

Ajuntou

A vinda do governador Paulo Câmara registrou momentos de aglomeração. Beija mão e prefeitos com assessores a tira colo pra sairem na foto. Na coletiva em Serra Talhada, nenhuma organização e mais uma vez, aglomeração. Do lado do governo, a alegação de que a deorganização dessa recepção e coletiva não cabia ao staff da gestão.

Amor escondido 

Não estranhe se o prefeito de Brejinho, Gilson Bento (Republicanos), se aproximar da base governista no estado. Seu aliado Sílvio Costa Filho já está com os dois pés no bloco da gestão Câmara faz um tempo. Gilson ainda não assume o namoro.

Volta do plantão 

O Secretário de Saúde de São José do Egito,  Paulo Jucá,  garantiu que o Hospital Maria Rafael de Siqueira voltará a ter médico diariamente. Com uma Organização Social assumindo a unidade, médicos insatisfeitos romperam vínculo. Paulo disse ter ficado surpreso, mas admitiu que a comunicação sobre o novo modelo poderia ser melhor.

Das duas, uma

O oposicionista Gleybson Martins tomou a vacina contra a Covid-19.  Anchieta Patriota chegou a duvidar pelo fato de seu adversário em 2020 ser bolsonarista.  Já sobre isso, Martins não vê problema nenhum.

Envelope lacrado 

A prefeita de Tabira,  Nicinha Melo, esteve acompanhada de assessores e entregou um documento ao governador Paulo Câmara,  como mostra o flagrante de Marcelo Patriota. Nem assessoria, muito menos ela informaram a pauta. Dinca Brandino não apareceu.

Carta extraviada 

De Pernambuco, votaram a favor da privatização dos Correios Sebastião Oliveira,  André Ferreira,  Fernando Monteiro,  Raul Henry,  Osséssio Silva,  Augusto Coutinho, Daniel Coelho,  Eduardo da Fonte, Fernando Filho e Pastor Eurico.

As curvas da estrada

A rota da PE 380, a Estrada de Ibitiranga,  pode voltar a ser executada a partir do acesso original, a frente do trevo da PE 320, ou para alguns outros, na rota do lixão de Afogados, que será desativado. O outro desenho prevê um acesso via Alça de Peia, mas pode estar sendo descartado.

Esperança

O radialista Anchieta Santos apresentou nova melhora e  deve de novo deixar a UTI do Hospital da Restauração, pouco mais de um mês depois de uma cirurgia para retirada de um tumor na cabeça.  Sigamos em oração.

Frase da semana:

“O meu universo vai bem além do cercadinho”.

Do Presidente do TSE, Luiz Roberto Barroso, ao responder os ataques do presidente Jair Bolsonaro na polêmica sobre o voto impresso.

Deixar um Comentário