Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Revelados detalhes do acidente que vitimou três carnaibanos em Minas. Um escapou por milagre

Publicado em Notícias por em 15 de janeiro de 2015
c13982fb689c2b42cdf2a74b7dabcce7

Na casa da família das vítimas, no Sítio Cabelo, clima é de dor e comoção. Foto: Evandro Lira

Foram revelados mais detalhes das mortes de José Vital Alves da Silva, de 35 anos, do irmão Valdecir Alves da Silva, de 30 anos e do sobrinho Leonardo Leite da Silva, de 20 anos. Eles morreram em um grave acidente na noite da terça (13) na BR-116, na cidade de Medina, em Minas Gerais. Os jovens estiveram nas festividades de fim de ano com a família e amigos em Carnaíba e retornavam para a cidade de São Paulo onde retomariam seus trabalhos.

Leonardo Leite, conhecido por Neguinho, 20 anos. to: Facebook

Leonardo Leite, conhecido por Neguinho, 20 anos. to: Facebook

Segundo o portal “O Tempo”, de Minas, a Polícia Rodoviária Federal informou que o Ecosport em que estavam bateu de frente com um caminhão, após invadir a contramão.

Testemunhas relataram à PRF que o veículo de passeio, com placa de Guarulhos (SP), forçou uma ultrapassagem em trecho de faixa continua, com curvas e próximo de uma ponte.

Morreram na hora Valdeci e Leonardo. José Vital ainda chegou a ser socorrido por uma ambulância do Samu até o Hospital Santa Rita, em Medina, mas morreu pouco depois.

Acidentes são comuns na BR 116 em Medina, MG. Ultrapassagens em faixa contínua são causas mais comuns de tragédias

Acidentes são comuns na BR 116 em Medina, MG. Ultrapassagens em faixa contínua são causas mais comuns de tragédias

Já Jackson Alves da Silva, de 21 anos, também do Cabelo e o motorista do caminhão, Renato Batista Brandão, de 33 anos, motorista do caminhão, foram levados para a mesma unidade em estado grave. A informação da família é de que Jackson não corre risco de morte. Chegou a se ventilar que ele viria com os familiares mortos para Carnaíba, mas isto não está confirmado.

Os corpos devem chegar esta noite e o sepultamento acontecerá no Cemitério da Itã. Pai do jovem Leonardo, o senhor Ailton Luiz, conhecido como Nenê, ainda teve forças para falar da tragédia. “É complicado. A informação é que os corpos saíram às seis da manhã de Minas devendo chegar no inicio da noite. Estou no fundo do poço”, disse abalado. Ouça a declaração a Evandro Lira (Rádio Pajeú):

Deixar um Comentário