Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Sertão tem saldo de 2.687 empregos formais no 1º trimestre de 2022

Publicado em Notícias por em 8 de maio de 2022

Os melhores desempenhos foram das cidades de Petrolina, Lagoa Grande e Inajá; já o pior resultado foi de São José do Belmonte. Na análise por região, o Pajeú ficou em quarto lugar, com saldo de 222 empregos. 

Por Juliana Lima

O Sertão de Pernambuco registrou saldo de 2.687 empregos formais no primeiro trimestre de 2022, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

As dez cidades sertanejas que mais geraram empregos no período foram Petrolina (1.101), Lagoa Grande (396), Inajá (231), Araripina (171), Salgueiro (95), Arcoverde (93), Serra Talhada (92), Trindade (75), Santa Maria da Boa Vista (73) e Afogados da Ingazeira (62).

Os piores desempenhos no período foram registrados em Santa Terezinha (-12), Flores (-18), Terra Nova (-18), Bodocó (-20), Dormentes (-24), Custódia (-27), Tabira (-32), Jatobá (-73), Belém do São Francisco (-103) e São José do Belmonte (-110).

No levantamento por região os resultados são os seguintes: Sertão do São Francisco (1.590), Sertão do Araripe (378), Serão do Moxotó (329), Sertão do Pajeú (222), Sertão Central (107) e Sertão de Itaparica (61). Confira o resultado por região:

Sertão do São Francisco

  1. Petrolina 101
  2. Lagoa Grande 396
  3. Santa Maria da Boa Vista 73
  4. Afrânio 10
  5. Cabrobó 10
  6. Orocó -10
  7. Terra Nova -18
  8. Dormentes -24

Sertão do Araripe

  1. Araripina 171
  2. Trindade 75
  3. Ipubi 48
  4. Exu 32
  5. Santa Filomena 27
  6. Ouricuri 16
  7. Moreilândia 7
  8. Santa Cruz 2
  9. Granito 0
  10. Bodocó -20

Sertão do Moxotó

  1. Inajá 231
  2. Arcoverde 93
  3. Ibimirim 3
  4. Sertânia 2
  5. Betânia -3
  6. Manari -6
  7. Custódia -27

Sertão do Pajeú

  1. Serra Talhada 92
  2. Afogados da Ingazeira 62
  3. São José do Egito 21
  4. Itapetim 15
  5. Iguaracy 13
  6. Tuparetama 11
  7. Calumbi 7
  8. Triunfo 1
  9. Brejinho 0
  10. Ingazeira 0
  11. Quixaba -1
  12. Santa Cruz da Baixa Verde -1
  13. Solidão -1
  14. Carnaíba -6
  15. Santa Terezinha -12
  16. Flores -18
  17. Tabira -32

Sertão Central

  1. Salgueiro 95
  2. Parnamirim 9
  3. Cedro 3
  4. Mirandiba 0
  5. Serrita -3
  6. Verdejante -5
  7. São José do Belmonte -110

Sertão de Itaparica

  1. Floresta 30
  2. Petrolândia 30
  3. Carnaubeira da Penha 0
  4. Itacuruba -1
  5. Tacaratu 1
  6. Jatobá -73
  7. Belém do São Francisco -103

Ranking geral da geração de empregos no Sertão no 1º trimestre de 2022 (Caged):

  1. Petrolina 101
  2. Lagoa Grande 396
  3. Inajá 231
  4. Araripina 171
  5. Salgueiro 95
  6. Arcoverde 93
  7. Serra Talhada 92
  8. Trindade 75
  9. Santa Maria da Boa Vista 73
  10. Afogados da Ingazeira 62
  11. Ipubi 48
  12. Exu 32
  13. Floresta 30
  14. Petrolândia 30
  15. Santa Filomena 27
  16. São José do Egito 21
  17. Ouricuri 16
  18. Itapetim 15
  19. Iguaracy 13
  20. Tuparetama 11
  21. Afrânio 10
  22. Cabrobó 10
  23. Parnamirim 9
  24. Calumbi 7
  25. Moreilândia 7
  26. Cedro 3
  27. Ibimirim 3
  28. Santa Cruz 2
  29. Sertânia 2
  30. Tacaratu 1
  31. Triunfo 1
  32. Brejinho 0
  33. Carnaubeira da Penha 0
  34. Granito 0
  35. Ingazeira 0
  36. Mirandiba 0
  37. Itacuruba -1
  38. Quixaba -1
  39. Santa Cruz da Baixa Verde -1
  40. Solidão -1
  41. Betânia -3
  42. Serrita -3
  43. Verdejante -5
  44. Carnaíba -6
  45. Manari -6
  46. Orocó -10
  47. Santa Terezinha -12
  48. Flores -18
  49. Terra Nova -18
  50. Bodocó -20
  51. Dormentes -24
  52. Custódia -27
  53. Tabira -32
  54. Jatobá -73
  55. Belém do São Francisco -103
  56. São José do Belmonte -110

Deixar um Comentário