Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?



Serra: “se houver colapso vai se escolher quem vai morrer”

Publicado em Notícias por em 8 de abril de 2020

Farol de Notícias

A Secretária de Saúde de Serra Talhada, Márcia Conrado, fez um apelo dramático na noite dessa terça-feira (7), para que as pessoas abandonem às ruas e cumpram o isolamento social de forma rigorosa.

Preocupada com a grande quantidade de gente no Centro, nos últimas dias, a secretária levantou uma estatística de alerta para quem insistir quebrar a quarentena.

“Temos hoje em Serra Talhada três casos notificados. Dois profissionais de saúde, de um hospital privado, e um senhor de 86 anos, que desde a semana passada está internado no Hospam esperando o resultado sair”.

Ela acrescentou que Serra Talhada, segundo o IBGE, tem cerca de 87 mil habitantes e se 10% forem infectados pelo coronavírus, representa 8.700 pessoas, e se desse universo, 5% precisarem de cuidados especiais, significa que 435 pessoas precisarão ir para a Unidade de Tratamento Intensiva (UTI).

Para ela, um colapso pode acontecer no sistema de saúde da cidade.

“Hoje, Serra Talhada tem apenas seis leitos de UTI em situação de coronavírus. Isso é o colapso. Então, entra a decisão mais difícil para os profissionais de saúde, escolher quem sobrevive e quem morre. Temos um aglomerado em Serra Talhada jamais visto”, lamentou.

Deixar um Comentário