Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?



Sem tradição para terceira via, Serra Talhada acompanha a desistência de mais um pré-candidato

Publicado em Notícias por em 1 de agosto de 2016
Sem jeito: disputa será entre Duque e Victor, cordão vermelho contra cordão azul, Galo de Campina x Azulão, quem nem no pastoril

Sem jeito pra terceira via: disputa será entre Duque e Victor, cordão vermelho contra cordão azul, Galo de Campina x Azulão, quem nem no pastoril

Serra Talhada, que chegou a ter quatro candidatos a prefeito, agora tem apenas dois. Depois de Nena Magalhães (PTB), que desistiu a poucos dias, o empresário Eugênio Marinho, da Rede Sustentabilidade, informou em entrevista a Anderson Tennens, no programa Sertão Notícias, que deixou a disputa.

Eugênio alegou pressão familiar para a decisão.  O político disse que ao invés de consultar a família antes de tomar a decisão, fez o contrário.  Anunciou que seria candidato sem ouvi-los. Não deu outra. Em uma disputa polarizada, com maior possibilidade de marcar posição, mas sem perspectivas eleitorais, Eugênio acabou cedendo.

Afora, salvo alguma novidade até 5 de agosto, Serra Talhada tem dois candidatos a prefeito. O gestor Luciano Duque, do PT, com Márcio Oliveira na vice, e o administrador de empresas Victor Oliveira (PR), tendo o radialista Marquinhos Dantas na vice.

Assim como muitas cidades do interior, a Capital do Xaxado também não tem tradição de terceira via com chance de sucesso. Prevalece o que os especialistas costumam chamar de “política de pastoril”. Em Serra é vermelho contra azul, Galo de Campina (cabeça vermelha) contra azulão, cordão azul contra cordão encarnado…

Deixar um Comentário