Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Poesia de luto: Morre poeta Paraibano

Publicado em Notícias por em 2 de setembro de 2014
04

Um dos maiores repentistas do país, João não resistiu à batalha contra uma infecção generalizada e faleceu esta madrugada em Recife

Morreu esta madrugada no Hospital CHS Nossa Senhora das Graças (antigo) Alpha, em Boa Viagem o poeta João Pereira da Luz, o João Paraibano. Ele não resistiu às complicações de uma infecção causada após contrair uma bactéria em meio ao tratamento contra um coágulo na cabeça, fruto de um acidente do qual foi vítima dia 3 de agosto, em Afogados da Ingazeira, no Pajeú.

Paraibano de Princesa Isabel, mas radicado em Pernambuco, João tinha 62 anos. Reconhecidamente, um dos maiores poetas repentistas do país, morava há anos em Afogados da Ingazeira onde criou os filhos.

João foi vítima de atropelamento na Rua Diomedes Gomes, em Afogados da Ingazeira. Segundo a polícia em nota, a moto guiada pelo mototaxista Daniel Silva, atingiu o poeta quando ele atravessava a rua.

João Paraibano foi socorrido ao Hospital Regional Emília Câmara e no dia seguinte fez exames na Casa de Saúde Dr José Evóide de Moura. Os resultados apontaram a necessidade de transferência para Recife. João foi levado para o Hospital da Restauração para mais exames onde houve detecção de um coágulo. O poeta já vinha realizando tratamento em casa, sendo tratado apenas como medicamentos. Foi quando sentiu dores e desconforto nas costas. Foi levado para o Hospital Alpha. Começava ali uma luta que durou mais de quinze dias.

Poetas como Diomedes Mariano e o irmão Edezel Pereira chegaram a lançar uma campanha para angariar fundos com finalidade ajudar a custear o tratamento do poeta. Nas últimas horas, o estado de João se agravou consideravelmente. Ele chegou a fazer sessões de hemodiálise por conta da infecção, que gerou disfunção renal.

Velório e sepultamento: a família confirmou que o corpo que está para ser liberado pelo IML, será velado no Cine São José, em Afogados da Ingazeira e sepultado nesta quarta (03) à tarde no Cemitério São Judas Tadeu. Repentistas de várias partes do Nordeste se articulam para dar seu Adeus ao mestre do repente.

Deixar um Comentário