Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Palanques de Miguel, Márcia e Luciano não se cruzarão em 2022

Publicado em Notícias por em 20 de dezembro de 2021

A visita de Miguel Coelho a Márcia Conrado foi um retribuição do gesto da prefeita, que que esteve com há alguns meses em Petrolina fazendo uma visita para conhecer as experiências exitosas do município.

“Hoje tive a felicidade de receber em minha casa o amigo e prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que retribuiu a cortesia”. Márcia esteve com seu esposo, Breno Araújo, o deputado federal, Fernando Filho, o ex-prefeito, Luciano Duque, o vereador Zé Raimundo e o médico Waldir Tenório.

Como o blog já antecipou, não há discussões sobre a junção de palanques da oposição com a prefeita. Pelo contrário, Márcia e Luciano estarão em palanques opostos ao de Miguel.

“Foi um bom café da manhã, boa conversa sobre gestão, mas também sobre política. Márcia e Luciano são dois quadros da oposição de Pernambuco que têm muito o que contribuir com a política do nosso estado. Estamos trabalhando para que os nossos caminhos possam se cruzar quem sabe muito em breve, para que a gente possa de uma forma unida como eu disse juntar o que a política tem de melhor a ofertar em prol de um futuro melhor para o povo pernambucano”, afirmou Miguel para o blog, falando à jornalista Julian Lima.

Mas, apesar do desejo de Miguel, Márcia e Luciano devem estar unidos em torno do projeto majoritário do PT, mesmo sendo da ala contrária à junção com o PSB. Em 2018, Duque até se rebelou contra a decisão de apoio a Paulo Câmara que rifou Marília Arraes. Decidiu apoiar Armando Monteiro e até foi ameaçado de expulsão. Agora, mesmo que defenda a candidatura própria, em nome do alinhamento em torno de lula, ele e Márcia deverão seguir integralmente os rumos da legenda. A proximidade de Miguel com o palanque Bolsonarista cria um abismo ainda maior entre eles.

Deixar um Comentário