Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Morre o pediatra recifense Assuero Gomes, vítima da Covid-19

Publicado em Notícias por em 27 de dezembro de 2020

O pediatra Assuero Gomes faleceu, aos 65 anos, nesta sexta-feira (25). O médico foi vitimado por um agravamento da Covid-19. Ligado a projetos sociais de dom Helder Câmara, além de médico, Assuero era escritor e artista plástico. Ele era casado e deixa mulher e três filhos.

Assuero Gomes se formou pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e em 1980 se especializou em pediatria. Em sua carreira, trabalhou em hospitais de referência em Pernambuco como Hospital e Maternidade Nossa Senhora do Ó, Hospital De Ávila, foi conselheiro da Unimed Recife e integrou o Conselho Fiscal da Sicredi. 

Foi diretor executivo do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), onde também levou suas obras como artista plástico. No edíficio do sindicato, construiu obras como Tributo a Gaudí e Caminhos da Andaluzia para Maimônides. Em 2019, Assuero lançou um livro de memória intitulado: “Minhas Memórias da Igreja de Olinda e Recife”.

Como escritor, publicou artigos no Jornal do Commercio e chegou a escrever sobre a pandemia. Em um artigo disse: “Como numa nave sem rumo vagueiam nossos sonhos. Quantos foram enterrados nos corpos desse Brasil que chora? E que agora não acordarão mais, para sonhar conosco”.

Em nota, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Pernambuco lamentou a morte. Para o presidente do Cremepe, Mario Fernando Lins, foi a notícia mais difícil de dar e escreveu: “Obrigado amigo e Conselheiro Assuero Gomes, por tudo que você nos ensinou e proporcionou, gratidão e reconhecimento! Aos familiares, nossa reverência e mais profundas condolências! Um momento de muita tristeza para todos nós. Funcionários, Colaboradores e Conselheiros, em luto profundo! Vá em Paz meu amigo!!”, lamentou.

A Secretaria Estadual de Saúde, também lamentou, em nota, o falecimento do pediatra.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) lamenta o falecimento do médico pediatra Assuero Gomes. O profissional, que ocupava o cargo de 3° vice-presidente do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) e já esteve à frente do Sindicato dos Médicos (Simepe), também era reconhecido pela escrita, tendo lançado livros como o “Minhas Memórias da Igreja de Olinda e Recife”. Ele ainda era artista plástico.

A SES-PE reconhece o empenho do profissional durante os seus anos de ofício na medicina e solidariza-se com os familiares e amigos neste momento de dor.

Deixar um Comentário