Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Incêndio assusta moradores da zona rural de Ingazeira

Publicado em Notícias por em 1 de novembro de 2017

Bombeiros tentam conter o fogo. Chamas podem ser vistas da sede do município

Um grande incêndio registrado nas imediações do Sítio Salgado, que afeta o município de Ingazeira, provocou relatos desesperados e pedidos de ajuda dos moradores ao Corpo de Bombeiros local, esta manhã na Rádio Pajeú. O incêndio teve início ontem e afeta áreas como Minadouro, Cachoeirinha e Oitis.

O incêndio teria começado na manhã desta terá, dia 31. Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou a controlar o primeiro foco, mas o fogo voltou com intensidade hoje. O problema é que pessoas que não tem habilidade para lidar com as chamas estavam tentando conter o incêndio enquanto a guarnição dos Bombeiros voltava ao local.

Contatada várias vezes pela produção do Programa Manhã Total, argumentou que estava reunindo a equipe e equipamentos para dar suporte ao fogo. O filho do ex-prefeito Zé Veras, José Veras Filho, mandou um áudio desesperado pedindo apoio dos Bomneiros. Um senhor de 78 anos do Sítio Salgado logou chrando pedindo ajuda e orações.

Há pouco, em contato com o blog, a professora Rízia, que atua na Escola Argemiro Ferreira disse que na sede é grande a apreensão com o incêndio. “Daqui de Ingazeira vemos o fogo que se aproxima. Ligamos inúmeras vezes para os Bombeiros. Eles estão próximo  ao fogo. O incêndio é muito grande. Acredito que eles precisam de reforço”, disse preocupada.

Itapetim: Um incêndio foi registrado na zona rural de Itapetim, no Sítio Juá, a 10 quilômetros da sede.

Segundo o blogueiro Jota Campos, a prefeitura conseguiu carros pipa para conter o fogo, auxiliando o carro dos bombeiros. Por volta da meia noite o incêndio foi contido.

Esta semana, a APAC emitiu alerta de baixa umidade em cidades do Sertão de Pernambuco. A presença de uma massa de ar seco sobre o estado está inibindo a formação de nuvens e propiciando temperatura elevadas, com valores muito baixos de umidade relativa do ar em grande parte do Sertão do estado. Isso gera aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas.

Deixar um Comentário