Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Eduardo: famílias de vítimas e PSB refutam Aeronáutica

Publicado em Notícias por em 17 de janeiro de 2015

Eduardo-Campos-imagens-do-local-do-acidente

Do Estadão

Familiares de vítimas e representantes do PSB questionaram o resultado das investigações da Aeronáutica que apontou a sucessão de falhas humanas como causa do acidente aéreo que matou o então candidato ao Planalto e presidente da legenda, Eduardo Campos, e outras seis pessoas em 13 de agosto de 2014, durante a campanha eleitoral daquele ano.

Conforme revelou o Estado, a apuração do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) concluiu que o piloto Marcos Martins não tinha treinamento para a aeronave Cessna 560 XL, que ele falhou no uso do “atalho” para acelerar o procedimento de descida e que sofreu “desorientação espacial”, inclinando o jatinho em direção ao solo quando acreditava estar voando para cima.

As investigações não apontaram indícios de falhas técnicas ou de operação do sistema aeronáutico.

Surpresos com a conclusão da Aeronáutica, líderes do PSB cobraram explicações para o desligamento da caixa-preta de voz e querem saber a razão pela qual o piloto sofreu a “desorientação espacial” sem que os aparelhos do moderno Cessna Citation ou o copiloto Geraldo Magela Barbosa percebessem que o jatinho estava em movimento de descida, e não de subida.

Deixar um Comentário