Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Célia Galindo chama manifestantes de “maloqueiros” e gera críticas de Luciano Pacheco

Publicado em Notícias por em 3 de agosto de 2020

 

O ex-vereador Luciano Pacheco, maior desafeto local da vereadora Célia Galindo, presidente da Câmara de Vereadores de Arcoverde, repudiou a fala da legisladora ao radialista Dárcio Rabelo, em que classifica os manifestantes que questionaram sua atuação no caso Israel Rubis de “maloqueiros”.

Ele promete uma manifestação virtual para hoje às 20h. “Vamos dar a resposta a essa senhora durante a transmissão da sessão da câmara, deixando sua mensagem lá de repúdio”,diz em rede social.

Foi em outubro do ano passado. A vereadora Célia Galindo  foi alvo de protestos pela  saída  do delegado Israel Rubis, que será transferido para Vitória de Santo Antão. Os manifestantes lotaram a sessão da Câmara e variavam cada vereador que tentava defender a versão da SDS para a saída do delegado. O maior alvo, a presidente da Câmara, Célia Galindo, suspendeu a sessão alegando que não havia ordem no plenário.

Vereadores  saíram escoltados por policiais. Célia tentou sair quando os manifestantes fossem embora. Em vão. Mais de uma hora depois ainda foi hostilizada na saída da casa.

Célia Galindo  foi apontada como principal responsável por pedir a cabeça do Delegado. Ele coordenou a Operação ‘Herodes’, que prendeu o filho mais velho da vereadora por supostamente integrar uma quadrilha especializada na prática de homicídios na região. O delegado também estaria de olho em supostas irregularidades na Câmara Municipal.

Israel Rubis assumiu a 6ª Delegacia de Polícia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denarc). Com a repercussão, ganhou o direito de ser candidato à prefeitura do município.

Deixar um Comentário