Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?



Beto da Oara se recupera bem após diagnóstico de Covid-19

Publicado em Notícias por em 11 de abril de 2020

Beto da Oara com familiares em homenagem prestada pela ABTV – Associação dos Blocos de Trio da Vitória

Egerton Verçosa do Amaral, mais conhecido por “Beto da Super Oara”, se recupera bem de uma pneumonia, consequência do coronavirus.  Ele testou positivo para a doença.

Beto está internado no Hospital Hapvida, Recife, respirando normalmente.  Sua recuperação animou os médicos .

Carnaibano, tem 87 anos. Idealizou e fundou, na cidade sertaneja de Arcoverde a Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos, a Super Oara, que ostenta o título da mais antiga banda de bailes no Brasil.

Ainda muito jovem, foi ao Rio de Janeiro atraído pela música. Voltou a sua terra natal por dois motivos: assumir um emprego de “agente arrecadador” e para se casar com “Dona” Marlí, com quem vive até hoje e dividiu a criação dos dez filhos, muitos deles também seguiram a carreira da música.

A Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos – Super Oara – avançou no tempo, conquistou o interior pernambucano e chegou às capitas do Nordeste para atravessar o Oceano Atlântico e se apresentar na Grécia, Japão e França. No Recife, em apresentação memorável, dividiu o palco com o instrumentista americano Ray Canniff. Inspirada nos standards de jazz das décadas de 1920 e 1930, a Orquestra Super Oara reproduz clássicos estadunidenses em festas pelo Nordeste desde 1954.

Em 2018, o cineasta pernambucano Sérgio Oliveira  produziu um documentário de tom fabular que saiu vencedor do prêmio de Melhor Direção de Documentário no Rio Festival 2016. O longa-metragem Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos  registrou a história da banda com Beto na condição de personagem principal.

Beto tinha 87 anos de bem vividos e já havia passado o bastão para o seu filho, Elaque Amaral. A orquestra continua como uma das maiores referências do nosso estado, no que se refere ao profissionalismo e amor a causa.  Abaixo, portanto, segue o vídeo completo do seu histórico depoimento.

Deixar um Comentário