Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Após crítica de Vigário Geral, prefeito promete solução para trânsito ainda esse ano

Publicado em Notícias por em 14 de outubro de 2021

Monsenhor João Acioly disse que ações imediatas não precisam esperar municipalização e classificou trânsito em Afogados de “bagunça”.

O tema mobilidade urbana e trânsito voltou à pauta em Afogados da Ingazeira.

Ouvintes do programa Manhã Total reclamaram da quantidade de calçadas ocupadas indevidamente por comerciantes, jogando pedestres para a rua.

Um dos casos, segundo um ouvinte, é de um feirante que ocupa uma via próxima à antiga Cagep, um núcleo administrativo do município onde funcionam várias secretarias.

Outras situações registradas de ocupação de calçadas por comerciantes e problemas no trânsito foram registradas.

Chamou a atenção a participação do Vigário Geral da Diocese, Monsenhor João Carlos Acioly Paz.  Ele apelou para que o prefeito Sandrinho Palmeira não deixe para depois medidas que já podem ser tomadas no combate à falta de mobilidade urbana e também do trânsito, que chamou de bagunça.  “Tem a falta de organização do trânsito e a desorganização do povo que diz, aqui já tá uma bagunça,  então vou continuar bagunçando”.

“Fiquei preocupado porque o trânsito ele botou como prioridade para 2022. Melhor esperança tarde do que desengano cedo. Mas isso não quer dizer que algumas ações não devam ser priorizadas a partir de agora. Já estamos no final de 2020. E fico com medo de 2022 porque é um ano político.  E em ano político os políticos tem medo de tomar decisões.  E o trânsito para organizar,  vai desagradar muita gente”.

Ele defendeu melhor sinalização e guardas fardados fazendo a fiscalização enquanto não vem a solução definitiva.

João Acioly também criticou a situação das estradas da região,  especialmente a PE 320 no trecho Afogados-Tabira e a falta de sinalização na PE 275. E disse que solicitou ao prefeito Sávio Torres melhoria no acesso a Tuparetama,  onde é Pároco.

Pelo que o blog apurou, o prefeito Sandrinho Palmeira entrou em contato com o sacerdote concordando com a análise crítica e afirmando que adotará algumas medidas ainda esse ano e que o lançamento do plano de ordenamento urbano, com foco na municipalização do trânsito será lançado até 2022,  com criação de uma Autarquia Municipal.

Deixar um Comentário