Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Sandrinho avalia pedir empréstimo à CEF que pode variar entre R$ 30 e R$ 50 milhões

Publicado em Notícias por em 2 de junho de 2022

Prefeito também confirmou reativação da guarda municipal, que estava extinta, , concurso esse ano e projeto de municipalização do trânsito. Sobre política, disse que Patriota é melhor opção por “possibilidade real de eleição”

Na participação no Debate das Dez, o prefeito Sandrinho Palmeira (PSB) foi direto sobre as críticas de que teria perseguido o vereador Agnaldo Rodrigues (Cancão) ao declarar voto em Evângela Vieira.

“Ele decidiu não fazer mais parte do nosso grupo e obviamente perdeu os espaços que tinha como aliado”. Sandrinho revelou que integrará a coordenação da campanha de José Patriota para Estadual.

Perguntado se as candidaturas de Evângela Vieira e Aline Mariano não atrapalhavam o projeto socialista, disse que elas tem direito a concorrer, mas afirmou que a população tem que julgar qual projeto realmente tem viabilidade, acusando os demais projetos de terem interesse  local, mirando 2024 e não viabilidade eleitoral agora.

Na agenda administrativa, invocou uma reunião com o governador Paulo Câmara que, segundo ele, permitirá entregas importantes no dia da emancipação política e durante o restante de seu mandato. “Pelo volume de obras, teríamos como entregar uma por semana até 2023”, afirmou. Uma das ações com apoio do Estado é a ponte sobre o Rio Pajeú, ligando Bairro São Cristóvão e Sítio Pacus ao Bairro São Francisco. O estado bancará 100% da obra e as emendas de Gonzaga Patriota e Raul Henry serão direcionadas para pavimentação.

Sandrinho também garantiu a realização de concurso público ainda este ano. Sobre municipalização do trânsito, disseque o projeto será avaliado na próxima semana pela Câmara e que para isso, vai reativar a guarda municipal, extinta na gestão Totonho. A fiscalização e orientação de trânsito será feita por guardas municipais e agentes de trânsito que serão integrados através de concurso público.

O prefeito também foi provocado a falar sobre um empréstimo que estaria estudando em solicitar à CEF. Para a operação é necessária a autorização da Câmara de Vereadores. Sandrinho confirmou que estuda solicitar empréstimo junto à CEF através do Finisa, Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento voltado ao Setor Público com processos de contratação e prestação de contas ágeis e simplificados. Municípios, Estados e Distrito Federal.

O valor solicitado pode variar entre R$ 30 e R$ 50 milhões. Sandrinho revelou que está em estudo e que o formato é similar a um empréstimo consignado. Ele disse que com o recurso pode investir por exemplo em uma usina de energia solar no local do lixão, em melhorar  a frota e outras iniciativas. “Com a economia no custeio de energia e manutenção da frota, pagaríamos o empréstimo”, revelou.

Deixar um Comentário