Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Prefeito de Campina Grande diz que não pode ser responsabilizado por flagra de sogra

Publicado em Notícias por em 9 de março de 2022

O prefeito de Campina Grande (PB), Bruno Cunha Lima (Solidariedade), afirmou que viveu “alguns dos piores” dias de sua vida, após o vazamento de um vídeo com duas mulheres cheirando cocaína.

Uma delas é mãe de Juliana Cunha Lima, esposa do chefe do executivo municipal.

Flagrada cheirando pó nas nádegas de uma acompanhante,  a sogra do prefeito de Campina Grande,  Soraya Brito, se apresentava como “cidadã de bem”, conservadora, religiosa, defensora da moral e bons costumes, amiga de Michelle Bolsonaro e Damares.

O prefeito também disse que a esposa não convive com a própria mãe há dez anos.

“Você e eu não podemos ser responsabilizados pelas escolhas e atitudes de ninguém, nem mesmo de um pai, de uma mãe, de um filho (maior de idade) e, muito menos, de um sogro ou sogra”, disse o prefeito no Instagram. “Nada disso, no entanto, nos surpreende. Não surpreende, mas entristece”.

“Vi minha esposa com seis semanas de gravidez chorar duplamente – chorar por não ter a convivência da mãe há mais de 10 anos e chorar por ver a mãe em uma situação tão delicada”.

O vídeo envolve uma família conservadora, das mais tradicionais da Paraíba. Tanto Bruna Cunha Lima como sua esposa são bolsonaristas.

Deixar um Comentário