Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

O Blog e a História: Edson Moura critica Totonho e Giza. “Coronelista e indecisa”

Publicado em Notícias por em 21 de abril de 2019

Na mais contundente entrevista até agora sobre o processo sucessório de Afogados da Ingazeira, o médico Edson Moura (PP) criticou os pré-candidatos à prefeitura Totonho Valadares (PSB) e Giza Simões (PMDB).

Totonho, ele chamou de “representante de um modelo arcaico de governar, coronelista e monárquico”. “A última palavra é sempre a dele, não escuta ninguém”. Já a ex-prefeita ele chamou de “indecisa”. “Ela não disse nem que é candidata”, colocando que o pleito não será polarizado pela ex-gestora e Totonho e sim pelo atual gestor e por seu filho, Júnior Moura (PP).

Moura garantiu que o projeto do filho vem crescendo em apoio principalmente dos jovens e que o ciclo de Valadares e Simões acabou. Sobre a possibilidade de apoio de Giza Simões, disse estar de braços abertos, mas descartou o contrário: “Júnior não é um candidato para barganhar vice de ninguém. Se ela vier, o apoio dela será bem vindo”. Em  14 de fevereiro de 2008.

As personalidades e a paixão –  a encenação da Paixão de Cristo em Afogados teve algumas figuras hoje muito presentes no nosso cenário ou que já passaram por aqui.

Waldecy Menezes já interpretou Judas no Cine São José e quase morre em um problema com a corda na cena do enforcamento. Joana Darck, vereadora hoje, já fez Maria e José Patriota, já interpretou Jesus. À época bem mais magro, claro. Em 5 de abril de 2007.

Matriz de Triunfo interditada – a chuva faz estragos em mais uma cidade do sertão: Triunfo, no Sertão de Pernambuco. A principal igreja do município – a matriz Nossa Senhora das Dores – foi interditada pelo Corpo de Bombeiro. Devido as chuvas, parte da estrutura da igreja ficou comprometida.

Por precaução, os bombeiros decidiram interditar a matriz. “Os riscos existem, mas não são graves. Pela segurança dos fies que freqüentam a igreja tomamos essa atitude. A matriz apresenta algumas infiltrações e rachaduras”, explicou o sargento Cláudio Amorim.

Os bombeiros ainda não têm previsão de quando o templo voltará a receber missas. Enquanto isso, todas as celebrações serão realizadas nas demais igrejas da cidade.

De acordo com a Defesa Civil do Município, choveu até agora 993 mililitros. Esse número está próximo do recorde de chuvas na cidade, que foi de 1,2 mil mililitros. Em 10 de abril de 2008.

Deixar um Comentário