Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Natural de Belmonte, morre José Rico, da dupla com Milionário

Publicado em Notícias por em 3 de março de 2015

dsc9781

Morreu nesta terça-feira (3), aos 68 anos, o cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário. Ele estava internado no hospital Unimed, de Americana (SP). A causa ainda não foi confirmada. De acordo com o secretário do cantor, ele estava no hospital para fazer exames.

“É com muita dor no coração e profunda tristeza que comunicamos o falecimento do nosso ídolo José Rico. Vamos rezar por este homem que tanta alegria nos deu. É impossível descrever nossa tristeza, estamos todos em estado de choque”, diz a nota oficial.

“O maior de todos se foi… O mito, a melhor voz desse país! Meu coração está despedaçado… Muito muito triste. Obrigada por tudo, Zé Rico! Me sinto privilegiada de ter convivido um pouco com você!”, escreveu a assessora de imprensa da dupla, Amália Barros.

O velório está marcado para esta terça-feira, a partir das 21h, na Câmara Municipal de Americana, de acordo com a funerária Americana.

José Alves dos Santos, de nome artístico José Rico, nasceu em São José do Belmonte (PE), em 20/06/1946. Ele também já morou no Paraná e em São Paulo, onde conheceu o companheiro de dupla Milionário (Romeu Januário de Matos).

Apesar de ter nascido em rincão pernambucano, José Rico só morou na cidade até os dois anos de idade. Foi criado na cidade de Terra Rica, no estado do Paraná desde então. Acabou adotando e registrando em Cartório o nome José Rico Alves dos Santos, em alusão à cidade onde viveu sua infância. O apelido foi inventado por um padre, ainda durante a infância de José Rico.

A dupla foi formada nos anos 70 e se tornou uma das mais importantes da música sertaneja brasileira. Entre as músicas mais conhecidas estão “Estrada da vida”, “Amor dividido” e “O tropeiro”.

“José Rico Alves dos Santos foi internado hoje de manhã em Americana (SP) com complicações no coração, rins e joelho e não resistiu”, diz a página da dupla no Facebook.

Programas podem fazer peregrinação a Belmonte: ávidos por contar a história de José Rico alguns programas de Tv devem fazer peregrinação à cidade sertaneja onde ele nasceu e viveu até os dois anos. A produção do novo Programa do Gugu, da Record, já está em busca de pessoas e familiares que possam contar detalhes da história do cantor.

Deixar um Comentário