Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Na CDL, Miguel reafirma combate a excesso de impostos

Publicado em Notícias por em 28 de julho de 2022

Em compromisso de pré-campanha na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Recife), nesta quarta-feira (27), o pré-candidato a governador de Pernambuco, Miguel Coelho, afirmou que ao assumir o governo vai reduzir em 50% a burocracia do estado e defendeu uma revisão na política fiscal.

Durante o encontro mediado pelo presidente do órgão, Fred Leal, com a presença de associados e da pré-candidata a vice-governadora na chapa do União Brasil, Alessandra Vieira, o ex-prefeito de Petrolina debateu pontos do seu plano de governo, relatou experiências positivas durante sua gestão e disse que vai ser um parceiro de um dos setores que mais gera emprego e renda no estado.

Miguel Coelho também respondeu perguntas dos associados sobre temas distintos, como segurança pública, retomada da economia, mobilidade, turismo, saneamento e habitação. Ele ouviu dos participantes elogios quanto aos avanços conquistados no período em que comandou a cidade sertaneja e disse que a recuperação do comércio no estado, principalmente após o pico da pandemia da Covid-19, depende de um trabalho articulado entre o poder público, comerciantes de produtos e serviços junto com a sociedade.

“O governo do PSB massacra quem gera emprego e renda com imposto alto e antecipação fiscal, que acaba por eliminar muitos negócios. A prova disso é que Pernambuco é o pior estado do Brasil para empreender”, disse. “Nós vamos reduzir a burocracia do estado em 50%, rever a política fiscal, estimular o empreendedorismo. Segurança, boa mobilidade e zeladoria são essenciais para que o comércio volte a ser pujante, gerando mais emprego e renda”, completou Miguel Coelho.

Deixar um Comentário