Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Ministros diz que boato sobre Youssef é “inaceitável” e “deplorável”

Publicado em Notícias por em 27 de outubro de 2014

14set2012---os-ministros-da-justica-do-brasil-jose-eduardo-cardozo-a-direita-e-da-bolivia-carlos-romero-a-esquerda-anunciaram-nesta-quinta-feira-13-um-acordo-entre-os-dois-paises-que-preve-a-1347601756300_300x300

O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo lamentou e negou neste domingo (26/10), durante entrevista concedida em São Paulo, os boatos que circularam na internet de que o doleiro Alberto Youssef tivesse sido envenenado e morto na carceragem.

“Um boato que me chamou muita a atenção e me chocou é o de que algumas pessoas diziam de que o Alberto Youssef teria sido envenenado e que teria morrido. Nós sabíamos, e a Polícia Federal (PF) soltou ontem uma nota dizendo, pela terceira vez, que o Alberto Youssef tinha sido levado ao hospital. Ele é cardiopata e a própria Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] da prefeitura de Curitiba também soltou uma nota dizendo o diagnóstico. E a informação que tive hoje de manhã da Polícia Federal é que ele já estaria no quarto, devidamente acompanhado por policiais”, disse ele.

Para o ministro, o boato sobre Youssef é “inaceitável” e “deplorável”. “Acho isso profundamente deplorável. Vivemos em uma democracia e os fatos devem ser respeitados. A utilização de boatos para tentar induzir os eleitores em uma última hora de votação é absolutamente inaceitável”, falou Cardozo.

Deixar um Comentário