Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

João Paulo defende candidatura de Danilo Cabral, mas cobra autocrítica do PSB e diz que cenário “é muito difícil”

Publicado em Notícias por em 14 de julho de 2022

Deputado estadual pelo PT, João Paulo aposta na ida de Danilo Cabral (PSB) ao segundo turno da disputa pelo Governo de Pernambuco. Aliado dos peessebistas este ano, o ex-prefeito do Recife aponta que, mesmo com o apoio de Lula e a força da máquina pública, o partido deverá sofrer as consequências da incoerência política.

“Você tem visto que em toda minha movimentação em disputa política, mesmo com o PSB, eu nunca os ataquei, porque eu digo: no dia que eu fizer certas afirmações de um político, uma pessoa, um partido, não tem condições de eu me juntar mais. E o processo que nós vivemos aqui, principalmente na última eleição no Recife, foi de ataques muito duros, e depois o eleitor fica sem entender. ‘Que miséria é essa que o cara esculhamba o outro, o atual prefeito diz que na mão dele não cabe a quantidade de ladrões do PT presos, esculhamba Lula, diz que não vai participar nenhum petista do governo dele e depois se junta de novo?’ E aí, a meu ver, sem fazer uma autocrítica devida”, apontou, em entrevista à Rádio Clube nesta quarta-feira (13).

Apesar disso, o deputado avalia que o momento é crítico e requer unidade contra o bolsonarismo. João Paulo argumenta que, como na Segunda Guerra Mundial, forças políticas de campos opostos às vezes precisam se unir em prol de um objetivo maior. Nesse sentido, ele elogia a postura do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, histórico opositor do PT, que agora ocupa o posto de vice na chapa de Lula.

Em relação à corrida ao Palácio do Campo das Princesas, a análise do petista é que a disputa será muito complicada para Danilo, mas que o resultado não está posto. “Você vive um momento que você tem 4 contra 1, que é Marília, Raquel, Anderson e Miguel contra o palanque do PSB. Então, quais são os elementos, ao meu ver, que podem modificar esse quadro? A máquina do estado, que é uma máquina organizada em todo estado – saúde, educação, cultura; o apoio do presidente Lula; e as possíveis denúncias que possam ser feitas e a gente vê em quase toda campanha.”

O apoio de Lula a Danilo é tido como fundamental para alavancar a candidatura do PSB. Por sua vez, João lembra que a presença do ex-presidente no palanque não é garantia de vitória.

“Lula está com aprovação muito boa aqui em Pernambuco, que pode modificar esse quadro, mas é importante lembrar também que houve cenários que Humberto foi candidato com apoio de Lula e perdeu, eu fui candidato a prefeito com apoio de Lula e perdi, fui candidato ao Senado com apoio de Lula e perdi. Então, eu acho que a gente tem que levar em consideração que o apoio de Lula não é tudo para resolver tudo. E também a partir das nossas contradições; hoje mesmo o jornal coloca as contradições de algumas lideranças do PT aqui em relação ao PSB. O cenário é muito difícil”, pontua.

Deixar um Comentário