Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Deputado Rogério Leão denuncia tentativa de golpe com o seu nome

Publicado em Notícias por em 30 de setembro de 2021

Além do deputado, outros políticos e autoridades já tiveram nomes usados em tentativas de golpes

Por André Luis

O deputado estadual Rogério Leão, emitiu nota de esclarecimento em suas redes sociais, alertando às pessoas, que tem um golpista utilizando a sua foto vinculada a um número no WhatsApp, pedindo dinheiro para as pessoas.

O deputado alerta que se trata de um golpe. Na imagem compartilhada pelo parlamentar, o criminoso diz que não está conseguindo utilizar o aplicativo do banco e pede para que seja feito um depósito em nome de Ketlyn Almeida Vitorino, CPF 48103145882. “A cara de pau é tamanha que este criminoso(a) ainda pede o comprovante do depósito”, destaca Rogério.

“Aviso a todos que não estou pedindo dinheiro! É golpe! Nem, tampouco, com problemas nos meus aplicativos de bancos”, alerta Leão.

Ainda segundo o deputado, seus advogados já estão em busca de medidas judiciais cabíveis e ele estará prestando queixa na delegacia de Crimes Cibernéticos, “e logo conseguiremos desmascarar este criminoso(a)”, afirma.

Em maio de 2020, Rogério Leão, em nota nas redes sociais alertou às pessoas sobre o uso do seu nome indevidamente. Na ocasião, o criminoso enviava convites paras às pessoas convidando para participarem de supostas lives organizadas pela sua assessoria.

Rogério Leão não está sozinho. Além dele, outros políticos e autoridades já sofreram com o golpe do “me manda um dinheiro aí”. Entre eles, o vice-prefeito de Serra Talhada, Márcio Oliveira, surpreendido pelo surgimento de mensagens enviadas para algumas lojas do Centro da cidade, e até para alguns amigos, onde seu nome foi utilizado para fazer compras.

Também passaram pelo mesmo, o ex-vereador e candidato a prefeito de Afogados da Ingazeira nas últimas eleições,  Zé Negão; o presidente da Amupe, José Patriota; o prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, o prefeito de Belmonte, Romonilson Mariano e até o Ministério Público teve que alertar sobre golpistas que estavam se passando por promotores de Justiça, pedindo dinheiro através de transferências por PIX.

Deixar um Comentário