Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Capelas, praças e associações ganham internet em Carnaíba

Publicado em Notícias por em 7 de dezembro de 2020

A catequista Maria José e as irmãs Emilly Emanuelly e Islany Kelly usam a internet na capela do povoado onde moram. Foto: Sebastião Araújo.

Área rural do município, no Sertão do Pajeú, está beneficiada com a rede móvel. Os locais priorizados pelo projeto servem como ponto de encontro da comunidade

Sebastião Araújo – Especial para o blog

Toda vez que precisava usar a internet, a estudante Islany Kelly Gonçalves de Lima, de 15 anos, fazia uma boa caminhada até à casa da avó. Moradora do Sítio Rodeador, na área rural de Carnaíba, a 399 quilômetros do Recife, juntamente com a irmã Emilly Emanuelly, de 13 anos, ela tinha dificuldade em acompanhar as aulas online durante este período da pandemia da Covid-19. 

Outros adolescentes, e mesmo crianças e adultos da localidade, viviam situação bem pior: só tinham acesso à rede mundial de computadores depois de percorrerem cerca de cinco quilômetros até o Centro da cidade. “Muitos tinham vontade de buscar conhecimento, mas não tinham o meio”, revela Islany Kelly.

Agora, a realidade é outra. Há uma semana a comunidade foi beneficiada com a chegada da internet, através de um projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação de Carnaíba. O local de instalação da rede móvel não poderia ser mais inusitado: a capela de Nossa Senhora da Piedade, às margens da estradinha de terra que dá acesso ao povoado. 

“Procuramos instalar a internet em locais de fácil acesso e de referência para a população”, explica a secretária de Educação, Cecília Patriota.  “Nosso objetivo é democratizar o acesso à rede móvel, através da inclusão digital. É uma maneira de as pessoas estarem conectadas com o mundo”, complementa.

Assim, associações, capelas e praças frequentadas pelos camponeses ganharam “uma porta para um novo horizonte”, como acentua a estudante Emilly Emanuelly. Os locais, geralmente, estão próximos às residências dos alunos da rede municipal de ensino. Além de os estudantes poderem ter acesso às aulas remotamente, as famílias têm a chance de manterem ativos os dados móveis dos seus celulares, entre outros benefícios proporcionados pela rede móvel.

“Temos o meio, a oportunidade e uma ferramenta que ajuda muito a expandir o nosso saber”, destaca Islany Kelly, estudante do nono ano na rede municipal de ensino. Para que todos tenham acesso, a chave da capelinha fica em poder da catequista Maria José Nunes de Lima, 51, que é bastante conhecida na região. Maria José, inclusive, passou a aproveitar a internet para pesquisar e formatar o material que usa nas suas aulas de catequese. “A capela é um ponto de referência e que agrega a comunidade. Ficou tudo mais fácil e acessível para todos”, conta a catequista. “Temos a biblioteca na palma da mão”, diz, contente.

Adolescentes se beneficiam da rede móvel livre instalada na praça do povoado Lagoa do Caroá. Foto: Sebastião Araújo.

TROCA DE INFORMAÇÃO

Já no Sítio Lagoa do Caroá, cerca de 14 quilômetros do Centro, a rede móvel foi instalada na pequena praça Adalta Paulino, defronte à capelinha de São Luiz Gonzaga. Lá, como o sol castiga a região com temperatura que beira aos 37 graus, a internet é mais utilizada à noite, quando crianças e jovens, que não dispõem de uma boa situação financeira, frequentam o espaço público. “Ficou mais fácil para a gente vir para cá agora porque encontramos os colegas e trocamos informações sobre o que estamos vendo na internet”, confessa a estudante Gabrielle da Silva, 13 anos. Os jovens que antes brincavam de bola ou pedalavam uma bicicleta, agora se concentram no celular. 

Para os educadores da região, a chegada da internet livre veio favorecer principalmente o estudante, porque passou a ter a oportunidade de se aprofundar mais nas coisas boas do mundo virtual. Além disso, o adolescente sai de casa e vai até à praça, o que lhe proporciona também aumentar o ciclo de amizade.

ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA

Outro local que serve como ponto de encontro da comunidade e que também foi beneficiado com a chegada da rede móvel é a Associação Rural do Sítio Tamboril, situada aproximadamente cinco quilômetros do Centro de Carnaíba. 

“Internet no campo é uma coisa muito boa, importante, serve para tudo. Se antes nós quiséssemos fazer uma ligação para um parente distante tínhamos que ir para a rua”, afirma a agricultora Damiana Socorro Mendes da Silva, 40. “Muitos têm celular, mas quando acabavam os créditos ficavam sem poder falar”, emenda Damiana Mendes. 

Com a internet livre, sem precisar de senha, quem passa diante da associação sempre dá uma paradinha para checar o aparelho. “As pessoas ficavam caçando área para conseguir falar, hoje ficou bem melhor manter contato com outras pessoas. Quem não tinha dinheiro, não usava o celular”, diz a também agricultora Arlete Alves da Silva, que mora diante da associação e detém a chave do espaço. “Essa internet foi uma bênção de Deus”, conclui Expedita Alves, também moradora da região.

As instalações se estenderão por 40 dias e abrangerão os seguintes locais: Sítio Leitão (escola), Sítio Cabelo (escola), Riacho Fundo (igreja), Lagoa do Caroá (praça), Sítio Góes, Roça de Dentro (igreja), Gameleira (escola), Curral Velho (escola).

E mais: Igreja de Itã (outro lado do rio), Pedra D’Água dos Vieiras (associação), Matinha (escola), Santo Antônio III (PSF), Santo Antônio I (antiga escola) e Sítio Barreiros de Ibitiranga (associação), Brejo de Dentro (associação), Mata Verde (associação), Barreiro do Fabiano (antiga escola), Capim Grosso (associação), Açude do Caroá (capela), Travessão (antiga escola) e Sítio Antonico (associação).

Deixar um Comentário