Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Coluna do Domingão

Publicado em Notícias por em 23 de setembro de 2018

Boatos e Fake News vão se intensificar até fim da campanha

A do dia: “um juiz autorizou o suspeito de esfaquear o Bolsonaro a dar entrevista para TV no dia 5, uma sexta-feira, dois  dias antes da eleição. No sábado não tem programa eleitoral para se defender. Tem 99% de chance de armação. Vamos repassar para todos ficarem sabendo”.

Você recebeu esse texto ? Compartilhou? Então contribuiu com uma Fake News. A notícia simplesmente é falsa, dando a entender que um esquema estaria para prejudicar o candidato Fernando Haddad, do PT.

Outra: um áudio reproduz a voz de Bolsonaro reclamando da internação, dizendo palavrões e xingando o  candidato a vice Mourão. Falsa! Pesquisa que coloca o mesmo candidato com 45% das intenções. Falsa!

No Estado, começam a haver acusações mútuas de Fake News pelas turmas de Câmara e Armando. Essa semana, elas se intensificaram . E quer saber de uma coisa? Vão se multiplicar, e muito, nesses quinze dias que antecedem o pleito.

Por mais que a justiça tenha buscado frear a propagação de notícias falsas, elas continuam circulando. O principal veículo de propagação é o WhattsApp, ainda o corpo que abriga todas as tentativas de induzir e erro a população. Ainda não  se criou, por exemplo, um carimbo para a origem da notícia falsa, para identificar de onde saiu a primeira desinformação, como a revelação do número de origem, algo que a tecnologia já poderia ter resolvido.

Uma coisa é certa: divulgação de números falsos de pesquisas, montagens e trucagens serão o prato cheio até o dia 7.

Então, valem aquelas dicas básicas para você não cair nessa na reta final do pleito. Sempre leia a notícia inteira, buque checar se tem link de um veículo com histórico de seriedade. Desconfie dos textos soltos sem link, cheque os interesses de quem publicou a matéria, confira a data da publicação, pesquise a mesma informação em outras fontes, não acreditar em tudo o que está nas rede, desconfie de notícias que tenham muitos adjetivos e, principalmente, não compartilhe sem certeza.

Seu gesto isolado pode não resolver a chaga da propagação das Fake News. Mas você não terá contribuído com essa praga contemporânea, que tanto mal faz à democracia.

Vitimizado

Júlio Lóssio vai se vitimizar até a última vírgula, acusando a REDE de  autoritarismo com sua expulsão. Mas se tem juízo, sabia desde antes de formalizar chapa da recomendação explicita de Marina Silva e da legenda de que não seria sequer cogitada qualquer aliança com Bolsonaro ou quem o apoiasse. Correu o risco, expôs o partido nacionalmente em momento difícil da campanha e ainda se diz “traído”. Paciência…

Juntos de novo

No mesmo  dia, Milton Coelho e Marília Arraes apareceram juntos nas manchetes por denúncia de peculato. O que poucos lembram é que os dois já foram notícia por outro motivo: em 2011, o então namorado de Marília, João Suassuna, deu um soco em Milton porque ele teria assediado a hoje petista. O incidente ocorreu durante a festa de aniversário do escritor Antonio Campos.

O povo aprova

Pra quem diz que organizar trânsito pode tirar votos: em Tabira, 95% da população aprovou em enquete na Cultura FM as medidas de organização no trânsito que entrarão em nova fase. Em Arcoverde, a prefeita Madalena Britto foi reeleita tendo como uma das bandeiras a Autarquia de Trânsito mais organizada de Pernambuco.

Força na antena

A se considerar o primeiro teste de fogo na última quinta (20), a Rádio Pajeú ganhará mais alcance regional com a migração para FM 104,9. O lançamento da programação acontece dia 13 de outubro com ato às 20h no Cine São José e show com Irah Caldeira. A programação com alguns ajustes e a novidade de ser 24 horas ao vivo entra no ar dia 15, uma segunda.

Prefeito no rádio

O Prefeito de Afogados da Ingazeira José Patriota estará no Debate das Dez nesta terça, dia 25. Mais magro, mas menos ansioso pelo quadro de saúde, foi tranquilizado pelos médicos quanto ao problema identificado há alguns dias. Não é simples como um resfriado, nem complicado a ponto de decretar contagem regressiva. Em suma, ainda terá lenha pra queimar.

Juntos pelo ex-ministro

Militante aguerrido das campanhas de oposição no estado, o empresário Cleonildo Lopes, o Painha, foi o articulador do apoio ao candidato ao Senado, Mendonça Filho (DEM), do advogado e ex-vice de São José do Egito, Cláudio Soares. Curioso que Cláudio é adversário de água e fogo de Evandro Valadares, que também apoia o ex-ministro.

Tem ou não segundo turno?

A definição sobre segundo turno no Estado pode ficar para os últimos capítulos até 7 de outubro. Depois de pesquisas Ibope que indicaram a possibilidade de Paulo matar a fatura na primeira peleja, o Datafolha indicou possibilidade de nova eleição dia 28. Com base em votos válidos Paulo chegaria a 46,7%, Armando 41,3% e demais candidatos 12%. Somados Armando e demais chegam a 53,3%. Pra acabar dia 7 não podem passar de 49,99%.

Maratonista

O Prefeito de Flores, Marconi Santana, tem uma missão nada fácil. Percorrer os  953,8 km² do extenso município fazendo campanha em um processo curtíssimo. Por isso, virou “maratonista de campanha”, percorrendo sede e zona rural. Ele pede votos para Danilo Cabral, Joaquim Lira, Mendonça Filho, Humberto Costa e Paulo Câmara. “Vão fazer muito mais por Flores”, garante.

Frase da semana: 

“Ele não tem culpa de nada. É apenas uma vítima desse nazista filho da puta que vamos derrotar”.

Ciro Gomes, sendo ele mesmo, dirigindo-se a um eleitor de Bolsonaro que estava em ato na cidade de Goiânia.

Deixar um Comentário