Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Petrolina: vereador quer explicações do HDM-Imip sobre morte de criança com suspeita de meningite

Publicado em Notícias por em 21 de fevereiro de 2015

alvorlande entrevistado

O vereador Alvorlande Cruz, do PRTB petrolinense, foi procurado por familiares da uma criança que morreu na última segunda-feira, dia 16 com suspeita de meningite e o atendimento do Hospital Dom Malan-Gestão Imip Hospitalar colocou a causa da morte do menor com desconhecida. Alvoralnde disse que pedirá uma explicação da direção do hospital sobre o caso.

“Vejo tudo isso com tristeza, perplexidade. Uma coisa dessa acontecer. Como pode uma unidade alegar causa da morte da criança desconhecida e logo depois chegar uma equipe da secretaria de saúde do estado e aplicar medicamentos contra meningite? questionou o parlamentar.

Alvorlande acrescentou que tomaram medicamentos e vacinas contra meningite quem teve contato com a criança. Ele está dando apoio à família da criança e irá procurar a direção do Imip para que prestar esclarecimento sobre o fato.

“São três mães que estão aflitas sobre esse assunto. Se a criança teve óbito no Imip, sai com causa desconhecida e segundo as pessoas que nos procuraram, a suspeita é de meningite, tem que se apurar para saber se estar havendo surto da doença na comunidade delas do assentamento do Carneiro. É uma situação grave, estranho e temos que apurar isso. A direção do Imip deve uma explicação. Não pode em pleno século 21 uma criança morrer com causa desconhecida”, assinalou Alvorlande Cruz

Entenda o caso

Na última segunda-feira, dia 16, uma criança faleceu no Hospital Dom Malan-Gestão Imip Hospital, em Petrolina-PE, com suspeita de meningite e o laudo da unidade diagnosticou como causa desconhecida. Entretanto, familiares da criança informaram que logo após o falecimento do menino, uma equipe da secretaria estadual de Saúde, aplicou vacinas e medicamentos contra a meningite em pessoas e crianças que tiveram contato com o menor.

Segundo a avó paterna da vítima, Cileuda os Santos, o neto começou a passar mal no domingo, dia 15. com febre alta. A mãe levou para o HDM-Imip, O atendimento na unidade não realizou exames na criança, aplicou apenas uma dipirona, a febre do menino baixou e mandaram a criança de volta para casa.

“Na segunda, meu neto voltou a passal mal, minha nora levou novamente ele para o Dom Malan, com febre e cheio de manchas vermelhas pelo corpo. Ela chegou lá, ficou no corredor, quando ele foi ficando molinho e resolveram atender”, contou a avó da vítima.

Dona Cileuda contou que viram acriança passando mal e resolveram atender. “Deram massagem nele para reanimar, mas meu neto veio a falecer e colocar como causa desconhecida, sendo que quando minha nora ainda estava com meu neto morto nos braças, chegou uma equipe da secretaria de saúde, mandando distribuir remédios onde a gente mora e vacinando contra meningite”, denunciou.

A família está revoltada. “Se existia a suspeita de meningite, porque mandaram a criança de volta sem examinar? Não aceitamos explicações. Vamos acionar o hospital na justiça”, frisou dona Cileuda.

Deixar um Comentário