Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Número de reclamações na Black Friday cresceu 17% em 2017

Publicado em Notícias por em 25 de novembro de 2017

O número de reclamações dos consumidores contra as varejistas durante a Black Friday voltou a crescer em 2017 após dois anos em queda. É o que aponta um levantamento do site Reclame Aqui, que reúne queixas de internautas, e recebeu 3.503 reclamações de consumidores entre 18h de quinta-feira (23) até meia-noite de sábado (25), um volume 17% maior do que o registrado no evento de 2016.

A Black Friday é um dia de descontos organizado pelo varejo na última sexta-feira do mês de novembro, um dia após o feriado de Ação de Graças celebrado nos Estados Unidos.

Pelo terceiro ano seguido, a propaganda enganosa lidera o ranking de reclamações do site – em 2017, esse foi o motivo de 13,5% das queixas. O Reclame Aqui informou também que recebeu muitas denúncias sobre sites falsos, fretes abusivos e mais caros que os produtos, além do tempo de entrega.

Na Black Friday deste ano, as reclamações foram mais pulverizadas entre as diferentes varejistas. As 10 empresas mais reclamadas reuniram 37,4% das queixas registradas no Reclame Aqui. No ano passado, 53% das queixas no site se referiam a compras feitas nas 10 empresas mais reclamadas.

Em 2017, o Magazine Luiza liderou o ranking de reclamação, com 263 registros no Reclame Aqui.  As 10 empresas mais reclamadas na Black Friday de 2017 foram Magazine Luiza (263 reclamações), Americanas.com (245), Kabum! (173), Casas Bahia (126), Submarino (124), Netshoes (88), Extra (87), Walmart (77), Burger King (73) e Americanas – marketplace (54).

Deixar um Comentário