Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

6ª Mostra Pajeú de Cinema divulga programação completa

Publicado em Notícias por em 5 de março de 2021

Atividades de formação, debates, encontros e filmes integram a programação online entre os dias 3 a 13 de março

A 6ª edição da Mostra Pajeú de Cinema – MPC acontece de 3 a 13 de março no formato virtual com programas disponíveis por 24h e debates diários com realizadores dos filmes.

Serão 27 produções no total, entre curtas e longas-metragens. Além das exibições, a edição da mostra conta com atividades formativas, mesas e  encontros.

A programação completa da mostra está disponível no site www.mostrapajeudecinema.com.br. As atividades ao vivo serão transmitidas no canal do YouTube da MPC.

Ao todo, sete programas compreendem a programação dos filmes distribuídos em temas diversos: Abrindo caminhos; Bate coração; Eu não sou quem você pensa que não sou; Vozes, Choque; Para as Infâncias e Vivemos o futuro de um passado que não é nosso. A curadoria da mostra foi realizada por Bruna Tavares, sócia fundadora da Pajeú Filmes, produtora de conteúdo audiovisual e produção cultural; Heitor Augusto, curador, crítico de cinema, pesquisador e tradutor, cofundador e programador-chefe do NICHO 54; Maria Cardozo, idealizadora, diretora artística e curadora do Fincar – Festival Internacional de Cinema de Realizadoras; e William Tenório, fotógrafo e realizador audiovisual, sócio fundador da Pajeú Filmes.

Nesta edição, a MPC vem com duas novidades: Atividade Processos e Encontro Interseção. A primeira é um compartilhamento de processos de áreas de finalização de uma produção audiovisual com profissionais experientes. A atividade gratuita acontece nos dias 6, 9 e 11 de março e conta com Nicolau Domingues (edição e mixagem) e Marcelo Pedroso (montagem). Uma oportunidade dos (das) participantes realizarem trocas e expandirem seus conhecimentos sobre as áreas.

Já o Encontro Interseção é uma proposta de convidar linguagens culturais que dialogam com o audiovisual. Com o tema ‘O Teatro Vai ao Cinema”, o primeiro encontro contará com a participação do grupo Teatro de Retalhos (Arcoverde – PE) compartilhando as experiências no audiovisual. Para a ocasião, será exibido o filme D-20 Vermelha, dirigido por Djaelton Quirino, integrante do grupo. Na trama, a D-20 tem uma forte relação entre os personagens e as relações afetivas que os atravessam.

Encontro de Mostras e Festivais – Pensando em compartilhar experiências, a MPC vai reunir mostras e festivais do interior do Estado de PE no dia 6. Estão confirmados o Festival Curta Taquary, a Mostra Canavial de Cinema, Curta na Serra, Festival de Cinema de Caruaru, Poesia na Tela, Festival Caixola, entre outros que compreendem atividades de difusão.

Encontro com Professores – A mostra irá realizar no dia 8 uma conversa com docentes, a fim de integrar o audiovisual como ferramenta de diálogo em atividades socioeducativas. Será um momento de trocas e experiências no que se refere a Cinema & Educação. O encontro será transmitido pelo YouTube da MPC.

Oficinas – Gratuitas, as oficinas da 6ª MCP serão realizadas entre os dias 3 a 5 de março. Direção de Arte, com Lia Letícia e Produção Executiva, com Anna Andrade. Para garantir a democratização e descentralização do acesso, as atividades serão voltadas ao púbilco geral com prioridade de vagas para inscritos do interior do Estado de Pernambuco, periferias, mulheres, negros, indígenas, quilombolas, LGBTQIAP+.

Mesas – Nos dias 10 e 12 acontecem bate-papos com temas correlacionados à cadeia produtiva do audiovisual: Produção de curtas, com Adalberto Oliveira, Kalor Pacheco e Caio Dornelas, mediação Mery Lemos; e Produção de Séries, com João Lucas, Manu Costa, Hilton Lacerda, mediação Tuca Siqueira. A transmissão será pelo Youtube da mostra.

Sessão de Abertura –  Em sua 6º edição a MPC abre as exibições com dois filmes pernambucanos. Em Pega-se Facção, a diretora Thais Braga costura as histórias das mulheres da zona rural de Caruaru. São sonhos e contradições do trabalho terceirizado, são gerações de mulheres que vivem à máquina de costura, mas nem por isso desatentas aos processos de exploração a que estão submetidas. Elas dividem suas experiências e se aproximam de outras tantas mulheres, de vários lugares, numa linha de força, em que também há carinho e sinceridade. Produzido e dirigido no Pajeú o filme da diretora sertaneja Uilma Queiroz, O bem virá escava os vários encontros possíveis a partir de uma foto da década de 1980. Os encontros da diretora consigo mesma e com as mulheres que abriram caminhos num período de estiagem no sertão de Pernambuco. Grávidas, essas mulheres alimentaram seus filhos com o suor da sua labuta. No filme, provocam reflexões atuais sobre as construções sociais da mulher e do trabalho.

A 6ª MPC é uma realização da Pajeú Filmes e conta com o incentivo da Lei Aldir Blanc, através do Edital Festivais LAB PE. Veja programação completa:  6ª Mostra Pajeú de Cinema divulga programação completa .

Deixar um Comentário