Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Petistas fazem o DEM apoiar Paulo Câmara

Publicado em Sem categoria por em 28 de fevereiro de 2014

Mendonça-Filho-3

do JC Online

O veredicto final só será conhecido após o Carnaval. Mas, a presença do Partido dos Trabalhadores na coligação do senador e pré-candidato a governador Armando Monteiro Neto (PTB) deve jogar o Democratas nos braços do pré-candidato governista, Paulo Câmara (PSB).

O líder do Partido em Pernambuco, deputado federal Mendonça Filho (DEM) afirmou que atualmente a legenda vive a fase de debates internos. O parlamentar tem conduzido os debates internos, mas afirma que os integrantes do partido estão tranquilos quanto ao tempo dessa decisão.

“Estamos ajustando algumas questões e vamos tomar a nossa decisão em consonância com o Solidariedade”, ponderou.

Internamente, o comentário é de que seria injustificável a presença do DEM no mesmo palanque que o PT devido aos posicionamentos nacionais das duas legendas.

A decisão de Eduardo Campos de romper com o governo federal, e especialmente com o PT, facilitou negociação para que o Democratas de Pernambuco migre para o palanque de Paulo Câmara. Mendonça Filho já esteve por duas oportunidades conversando com o governador Eduardo Campos para acertar os detalhes da aliança. Também encontrou-se com o senador Armando Monteiro em uma oportunidade.

Conforme o deputado federal e presidente estadual do Solidariedade, Augusto Coutinho, o momento é de cautela. “Nós temos conversado e já nos encontramos algumas vezes. Mas para um abordagem preliminar. Não temos pressa nenhuma, podemos resolver isso até junho”, disse Coutinho.

A pressão que o Democratas e o Solidariedade vem sofrendo, entretanto, deve fazer com que o anúncio ocorra ainda em março.

As informações e bastidores é que a vereadora Priscilla Krause representaria um entrave para a aliança com o PSB. Ela, contudo, tem dito a interlocutores que o partido a está deixando à vontade para manter-se na oposição.

“Priscilla é vereadora e a eleição é estadual e federal. Não envolve o município. Portanto, estamos muito tranquilos de que ela manterá seus posicionamentos”, destacou Mendonça.

Deixar um Comentário