Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Luciano Duque cobra mais segurança, defende agilidade em Aeroporto Regional e se esquiva do tema crise. “Com gestão e planejamento, vamos superá-la”

Publicado em Sem categoria por em 11 de fevereiro de 2014

DSC00008O Prefeito de Serra Talhada Luciano Duque (PT), foi um dos convidados do programa Frente a Frente, com o jornalista Magno Martins. Duque reclamou da violência,  defendeu o pronunciamento que fez na Câmara de Vereadores, o início do IF Sertão e a volta de Humberto Costa à liderança no Senado. Também foi no sentido contrário dos gestores que tem reclamado dos repasses do FPM, falando em planejamento para fugir da crise. Leia na íntegra o que Duque falou :

O senhor está mudando a cultura política e foi à Câmara prestar contas do seu primeiro ano, não foi ?

É verdade. Nós devemos isso à sociedade. No momento de início de governo era necessário prestar contas. Este mesmo dia foi o do início da obra do IF Sertão. Estou muito feliz por conta desses dois fatos.

Temos recebido muitas reclamações da insegurança entre Floresta e Serra Talhada. O que o senhor diz sobre isso ?

Nós que temos um Conselho de Segurança Municipal, com MP, Justiça, sociedade civil temos nos preocupado e levado adiante o debate da situação da violência que aumentou na estrada, mas também em Serra e cidades vizinhas. Apesar do Pacto Pela Vida, Serra nunca viveu momento de tantos assaltos, sequestros, violência nas estradas. O governo precisa rever a política de segurança porque a sociedade começa a se preocupar.

Humberto Costa reassumiu a liderança do Governo Dilma no Senado. O senhor comemorou não foi ?

Na verdade a gente tem feito gestão desde o início e Humberto tem dado grande contribuição. Abriu as portas dos gabinetes para muitos projetos e o que encaminhamos temos conseguido em saúde, educação,  assistência social. Agora Humberto tem um desafio maior que precisamos avançar, no sonho do Aeroporto Regional de Serra Talhada. A obra já está no Pac, orçada em R$ 50 milhões. O Banco do Brasil já licitou empresa que vai executar o projeto. Pedro Eugênio esteve aqui e também pedimos para conversar com Mirian Belchior para agilizar este processo.

E o comportamento da receita em Serra Talhada, diminuiu, aumentou …

Não, na verdade tivemos um aumento de FPM porque também mudamos de faixa, de 0,6 para 0,8. Sabemos das dificuldades, mas creio que com gestão e planejamento vamos superá-las.

Então o pior da crise com aquele arrocho de Dilma aos prefeitos já passou…

Não passou. Todos tem dificuldades por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal. Pra você não sair do limite não é fácil porque tem muitos programas pra bancar na saúde, educação. Mas é planejar que se consegue superar as dificuldades…

Deixar um Comentário