Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Eduardo Campos diz que Brasil “não aguenta” mais quatro anos de Dilma

Publicado em Sem categoria por em 10 de março de 2014

Da Folha

Virtual candidato à Presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), fez neste final de semana os ataques mais duros a Dilma Rousseff desde que apresentou sua intenção de disputar o governo federal.

Se antes as críticas eram genéricas e impessoais, desta vez, o presidenciável citou nominalmente a presidente, dizendo que o Brasil “não aguenta” mais quatro anos com a petista à frente do Palácio do Planalto e que Dilma “não sabe de nada”.

As declarações foram dadas durante maratona de viagens pelo interior de Pernambuco para apresentar seus candidatos em Pernambuco.

No último sábado (8), em ato político do PSB em Nazaré da Mata (a 70 km do Recife), o governador citou mais uma vez os problemas econômicos do país e disse que “o Brasil cresce hoje menos do que no tempo do Fernando Henrique [Cardoso], do [Fernando] Collor, do [José] Sarney, a metade do que crescia no governo Lula, a metade do que crescem os países vizinhos”.

campos_recife

No discurso, ele citou nominalmente a presidente. “Não dá mais para ter quatro anos da Dilma que o Brasil não aguenta. O Brasil não aguenta e o povo brasileiro sabe disso. É no Brasil inteiro”, disse o governador sob aplausos. Campos reafirmou que o governo federal não fala a verdade, e, desta vez, citou a Dilma, afirmando ainda que ela “não sabe de nada”.

“A verdade é que a presidenta não soube tocar o Brasil do jeito que o Brasil precisava ser tocado, com respeito ao povo organizado, com respeito ao diálogo democrático, com a capacidade de ouvir e somar forças, ter a paciência que um líder tem que ter, ter a sabedoria de aprender com o povo. Quem acha que sabe de tudo não sabe é de nada”, disse.

Antes de concluir o discurso de quase 30 minutos, Eduardo Campos fez mais uma crítica pessoal à presidente. “O Brasil não quer mais ser governado por gente que se acha diferente da gente”, afirmou.

Deixar um Comentário