Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?
topoblog

Postagens recentes

Vereador itapetinense apresenta documento falso à Fazenda e é autuado

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

IMG_20160829_224102Funcionários da Secretaria da Fazenda da Agência Afogados da Ingazeira, solicitaram a presença de policiais militares após desconfiarem de uma pessoa que apresentou documento em nome de Antônio Carlos Artur Nunes.

Ao chegar no local, o efetivo, ao realizar abordagem constatou que o suspeito se tratava de Carlos Alberto Nunes Leite, Carlos Nunes, 45 anos, que é vereador no municipio de Itapetim e candidato a reeleição pelo PSB.

Em seguida, o vereador foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira, onde foram tomadas as providências legais cabiveis. Após pagar fiança, Carlos foi liberado, mas responderá por falsidade ideológica.

Clique aqui e comente sobre isto

Aécio diz que Dilma mentiu nas eleições. Ela rebate: TSE investiga tucano

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

Aecio

Uol

Quase dois anos depois das eleições presidenciais de 2014, a presidente afastada, Dilma Rousseff, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) reeditaram os debates que protagonizaram quando eram candidatos. Nesta segunda-feira (29), porém, as circunstâncias são bem diferentes: a petista responde ao Senado no julgamento de seu impeachment.

No interrogatório de Dilma no Senado, Aécio Neves começou sua pergunta relembrando, justamente, os embates de 2014 e insinuando que Dilma mentiu durante as eleições. Dilma foi eleita no segundo turno contra Aécio na disputa mais acirrada desde a redemocratização.

“Eu não poderia imaginar que depois de nos despedirmos do último debate presidencial, nos encontraríamos aqui hoje no Senado Federal nessa condição”, disse o tucano. “Em primeiro lugar eu quero dizer, senhora presidente, que não é desonra alguma perder eleições. Sobretudo quando se defende ideias e se cumpre a lei. Eu não diria o mesmo de quando se vence a eleições faltando com a verdade e cometendo ilegalidades”, afirmou Aécio.

Ele então, lembrou momentos dos debates, e afirmações feitas pela presidente a respeito do momento da economia e a perspectiva para os anos seguintes, dizendo que as previsões não se concretizaram.

Aécio terminou com a pergunta: “Em que dimensão vossa excelência e seu governo se sentem sinceramente responsáveis por essa recessão, por 12 milhões de desempregados do Brasil, por 60 milhões de brasileiros que têm contas atrasadas e uma perda média de 5% da renda dos trabalhadores brasileiros?”

Na resposta, Dilma também relembrou os debates, dizendo que tem certeza que ambos se respeitaram naquela ocasião. Ela, porém, citou suspeitas levantadas pelo adversário após a eleição de 2014.

“O que eu tenho dito, é que a partir do dia seguinte da minha eleição, uma série de medidas políticas para desestabilizar o meu governo foram tomadas, infelizmente”, lembrando o pedido de recontagem de votos, feito pelo PSDB após as eleições, e auditoria das urnas eletrônicas, onde não foram encontradas irregularidades, além do processo de auditoria das contas da campanha no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que ainda está em aberto.

Ela, então, afirmou que o TSE também abriu processo contra as contas de campanha de Aécio Neves relativas a 2014. “Além disso, eu quero lembrar ao senhor, que também foi aberto, contra suas contas, investigação, pela Maria Theresa (de Assis Moura), juíza do TSE”, rebateu.

Em crítica indireta ao presidente interino, Michel Temer, Dilma disse respeitar a disputa em eleições diretas. “Quero deixar claro, senador, que respeito o voto direto nesse país, acho que o voto direto é uma grande conquista nossa. Sempre disse que prefiro o barulho das ruas, o barulho das disputas eleitorais, as divergências eleitorais, e, por isso, respeito todos aqueles que concorreram comigo nas eleições. Agora, não respeito, senador, a eleição indireta, que é produto de um processo de impeachment sem crime de responsabilidade. Isso não posso respeitar”, disse Dilma ao tucano.

Na resposta à pergunta, Dilma disse que a crise econômica foi causada por influências externas.

Clique aqui e comente sobre isto

Frente Popular realizou caminhada para abrir Comitê de Patriota e Sandrinho

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

unnamed

Em Afogados da Ingazeira, a Frente Popular realizou a primeira caminhada da campanha de José Patriota e Alessandro Palmeira no último sábado pela manhã. Segundo a organização em nota,  multidão acompanhou os candidatos a prefeito e vice.

A concentração teve início às 8h, em frente à sede dos correios. Na largada, pouco antes das 10h, mais de 1.500 pessoas, segundo números da organização, já estavam no local. A caminhada seguiu pela Avenida Rio Branco, Rua Barão de Lucena, Rua Antônio Rafael de Freitas, Travessa João da Cruz, Avenida Manoel Borba, Rua Barão de Lucena, encerrando na Praça de Alimentação, com a inauguração do Comitê da Frente Popular.

“É muito gratificante estar com o povo nas ruas, ouvir o seu sentimento, as suas demandas, mas também ouvir esse reconhecimento, os elogios a um trabalho sério, que tem mostrado resultados importantes em todas as áreas da gestão,” destacou Patriota.

Ao lado da população, das lideranças políticas e da militância dos mais de trinta candidatos a vereador da Frente Popular, o candidato a vice, Sandrinho, destacou o que considerou um sucesso desse primeiro grande evento de campanha. “Estou muito feliz com o que vi e ouvi. A caminhada foi um sucesso de público e crítica. É muito bom poder olhar nos olhos das pessoas, ouvir o que elas tem a lhe dizer, e saber que estamos no caminho certo,” destacou Sandrinho.

Clique aqui e comente sobre isto

Convidado por Dilma, Chico Buarque deixa depoimento cabisbaixo: “é difícil o jogo”

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

2145411716-chico-buarque-e-lulaUm dos convidados por Dilma Rousseff para acompanhar seu depoimento no Senado, Chico Buarque deixou a sessão bem antes de seu término. E, na tentativa de sair à francesa, não quis parar para conversar com os jornalistas que o cercaram no saguão. A informação é da JovemPan

Mesmo sem querer conversar com a imprensa, o cantor elogiou a postura de Dilma. “Eu gostei muito do pronuciamento da Dilma. Achei que ela está muito bem, respondendo muito bem aos senadores”, analisou.

Embora tenha tentado manter o tom otimista, Chico não escondeu que o resultado é quase impossível de ser revertido. “É difícil o jogo”, rebateu, conformado. No meio do mar de jornalistas, ele repetiu o discurso propagado por Rousseff: “é golpe”.

Buarque esteve presente por algumas horas no Senado e garantiu aos microfones que gostaria de permanecer, mas que teria que “pegar um voo”.

Clique aqui e comente sobre isto

Serra: PM decide orientar que shows terminem mais cedo na Festa de Setembro

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

maxresdefault

Em Serra Talhada, a decisão do 14º BPM de definir entre uma e das manhã o encerramento dos shows da programação da Festa de Setembro não agradou o Prefeito Luciano Duque (PT) que tem reclamado à imprensa da mudança em relação aos anos anteriores.

“Todos os anos nós sentamos com a Polícia, Ministério Público e Prefeitura, e acertamos um Termo de Ajustamento de Conduta. Esse ano tudo certo, e a polícia veio com essa história, que o Governo do Estado estava orientando para que festa terminasse 1h da manhã, no máximo 2h da manhã”, relatou Luciano ao blogueiro Júnior Campos.

A alegação  de Duque é de que a festa no principal pólo começava por volta das 23h30, terminando às 3h da manhã. “Como é que você vai colocar as atrações nacionais no horário do polo cultural e religioso? Vai dividir público e, vai perder o brilho da festa, por conta disso”, questionou o prefeito.

O Prefeito defendeu a segurança da festa com mais de 100 seguranças particulares e afirmou que e outras cidades a programação costumam terminar mais tarde. A festa deste ano tem atrações como Gustavo Lima e Aviões do Forró.

Nas redes sociais a questão divide opiniões. Uns acham a decisão prudente, considerando os homicídios e aumento da violência na Capital do Xaxado. Outros chegam a atrelar a decisão ao cenário político, considerando que Luciano é do PT, adversário da ala governista no Estado.

Clique aqui e comente sobre isto

Projeto Abraçando a Escola, do MPPE, chega a Afogados da Ingazeira

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

thumbnail_abraçandoescola2

Reduzir os índices de evasão escolar na rede estadual de ensino, diminuir as tensões entre alunos e professores e construir uma consciência cidadã entre a juventude estudantil. Esses são alguns dos objetivos do projeto Abraçando a Escola, que o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) tem levado a várias cidades do Estado.

Em Afogados da Ingazeira, o projeto recebeu no Auditório da Fafopai alunos da rede pública e teve a participação do promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto e do promotor Agnaldo Fenellon, que já foi procurador-geral de Justiça do Estado e é idealizador do projeto, fruto de convênio de cooperação técnica firmado em 2015 entre o MPPE e a Secretaria de Educação do Estado, além de prefeituras municipais,  viabilizando a execução do projeto, que conta ainda com parcerias do Poder Judiciário, Defensoria Pública e Secretaria de Defesa Social.

Houve apresentação feita pelo idealizador do projeto e promotor de Justiça Aguinaldo Fenelon. Em tom motivacional, o idealizador do Abraçando a Escola enfatizou que “eu também fui menino pobre, estudei em escola pública no interior com grande dificuldade e consegui me tornar promotor de Justiça. Vocês também podem vencer na vida, ser professor, médico, juiz. Depende da força de vontade de cada um. Para isso, se dediquem aos estudos com mais vontade”.

O projeto consiste na realização de palestras motivacionais e sobre temas importantes e atuais, como bullying, disciplina escolar e atos infracionais, prevenção ao uso das drogas e racismo e o extermínio da juventude negra. “Foi uma experiência muito rica com alunos e professores. Uma delas parabenizou pelo fato de o projeto ouvir quem realmente faz acontecer a educação. As atividades terão sequência”, destacou Lúcio Almeida.

Clique aqui e comente sobre isto
Damol

Ao vivo : assista Dilma e sua defesa no Senado

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

Clique aqui e comente sobre isto

Lula acompanha discurso de Dilma ao lado de Chico Buarque e ex-ministros

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

lula_e_chico2

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acompanhou nesta segunda-feira (29) o depoimento da presidente afastada Dilma Rousseff no julgamento final do processo de impeachment na galeria do plenário do Senado ao lado do cantor e compositor Chico Buarque e de ex-ministros da petista, entre os quais o ex-chefe da Casa Civil Jaques Wagner.

Padrinho político de Dilma, Lula assistiu ao discurso da presidente afastada quieto, sem fazer comentários. Em alguns momentos, ele levava às mãos ao rosto.

Ao todo, 33 convidados de Dilma tiveram acesso à galeria, com visão privilegiada ao plenário onde Dilma será interrogada pelos senadores. O presidente do PT, Rui Falcão, o ex-presidente da OAB Marcello Lavenère e o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos,fazem parte da comitiva da presidente afastada.

Na sessão desta segunda-feira do julgamento do impeachment, Dilma tem direito a 30 minutos para fazer uma manifestação inicial. O prazo pode ser prorrogado a critério do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que conduz o julgamento no Senado.

Frente a frente com os senadores, a presidente afastada discursou que é alvo de um “golpe de estado” e que não cometeu os crimes de responsabilidade pelos quais é acusada. Segundo ela, só os eleitores podem afastar um governo “pelo conjunto da obra”.

Dilma começou a discursar às 9h53, 15 minutos depois da abertura da sessão pelo presidente do julgamento, ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O pronunciamento da presidente afastada antecede as três últimas etapas do julgamento – o interrogatório de Dilma pelos senadores, o debate entre acusação e defesa e a votação do impeachment pelos parlamentares.

Depois da manifestação inicial da presidente afastada, terá início o interrogatório da petista. Nesta etapa, Lewandowski e os 81 senadores poderão questioná-la.

Os senadores terão cinco minutos para formular suas perguntas. Não há prazo para a resposta de Dilma. Além disso, a presidente afastada não é obrigada a responder aos questionamentos.

Clique aqui e comente sobre isto

Dilma aponta ‘golpe’ e diz que ‘só o povo’ afasta pelo conjunto da obra

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

dilma

A presidente afastada Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (29), em discurso de 46 minutos  em defesa própria no julgamento do impeachment no Senado, que é alvo de um “golpe de estado” e que não cometeu os crimes de responsabilidade pelos quais é acusada. Segundo ela, só os eleitores podem afastar um governo “pelo conjunto da obra”.

Dilma começou a discursar às 9h53, 15 minutos depois da abertura da sessão pelo presidente do julgamento, ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele conclui a fala às 10h39. O pronunciamento da presidente afastada antecede as três últimas etapas do julgamento – o interrogatório de Dilma pelos senadores, o debate entre acusação e defesa e a votação do impeachment pelos parlamentares.

No discurso, Dilma disse que “jamais” renunciaria e que é alvo de um “golpe de estado”: “Estamos a um passo da concretização de um verdadeiro golpe de estado”, declarou.

Segundo ela, o regime presidencialista do Brasil não prevê que, se o presidente perder a maioria dentro do Congresso, o mandato deve ser cassado. Dilma disse que “só o povo” pode afastar o presidente pelo “conjunto da obra”

“No presidencialismo previsto na Constituição, não basta a eventual perda de maioria parlamentar para afastar o presidente. Há que se configurar crime de responsabilidade e está claro que não houve tal crime”, disse Dilma. “Não é legitimo, como querem meus acusadores, afastar o chefe de estado e governo por não concordarem com o conjunto da obra. Quem afasta o presidente por conjunto da obra é o povo, só nas eleições”, afirmou.

Ela relacionou o que chamou de “golpe” ao governo do presidente em exercício Michel Temer, ao qual classificou como “usurpador”.

“Um golpe que, se consumado, resultará na eleição de um governo indireto e usurpador. A eleição indireta de um governo que na sua interinidade não tem mulheres nos ministérios  quando o povo nas urnas escolheu uma mulher para comandar o pais. Um governo que dispensa negros na sua composição ministerial e revelou profundo desprezo pelo programa escolhido e aprovado pelo povo em 2014”, disse Dilma.

Dilma iniciou o discurso fazendo referência à tortura que sofreu como presa política durante a ditadura militar. “Não posso deixar de sentir na boca novamente o gosto amargo da injustiça e do arbítrio”, afirmou.

Segundo ela, em seu mandato como presidente, defendeu a Constituição e que jamais agiria contra a democracia. “Sempre acreditei na democracia e no estado de direito. Jamais atentarei contra o que acredito ou praticaria atos contra os interesses daqueles que me elegeram”, afirmou a presidente afastada na parte inicial de sua fala.

“Não luto pelo meu mandato por vaidade ou apelo ao poder como é próprio dos que não têm caráter. Luto pelo povo do meu país, pelo seu bem estar”, declarou.

Clique aqui e comente sobre isto

Padre Assis Rocha grava depoimento pra Zé de Bira

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

kk

Guia de Sebastião Dias comemora ato do dia 27. Genedi é tração do guia de Nicinha

A novidade do guia eleitoral desta segunda (29) foi a fala do Padre Assis Rocha, que foi Pároco de Tabira, em carta gravada ao candidato Zé de Bira (PSB), a quem trata de sobrinho. Sem citar nomes, fez referência a notícias que tinha sobre “velhas raposas” que continuavam na política de Tabira e se referiu à candidatura de Zé de Bira como uma das boas notícias, que buscam renovar a política na região. “O novo da esperança possibilita a partilha dos poderes. Se a mudança que você quer fazer é desse tipo, para melhor, visando o bem comum, dando oportunidade a todos, é claro que você tem o meu apoio”.

O Guia do candidato Sebastião Dias destacou o ato do último sábado, com carreata e comício, se referindo a ele, como um evento que o povo de Tabira não irá esquecer. O programa comemorou o que aconteceu e destacou que o ato representa o pontapé de uma campanha vitoriosa.

Já o programa do PMDB voltou a criticar a saúde da gestão Sebastião Dias, a quem escolheu como alvo. O programa tratou a campanha de Nicinha Brandino como “a esperança para um novo momento em Tabira”. No programa, quem falou foi a candidata a vice, Genedi  Brito. A vice prefeita criticou a gestão atual na área de saúde e prometeu um novo tempo com a gestão peemedebista.

Clique aqui e comente sobre isto

Dilma se defende no Senado

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

29ago2016---dilma-e-lula-chegam-ao-senado-1472473629194_615x300

Acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente afastada, Dilma Rousseff, ganhou flores em sua chegada ao Senado.

Manifestantes contrários ao processo de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff, começam a chegar à Esplanada dos Ministérios.

As autoridades do Distrito Federal instalaram um muro para separar mobilizações de grupos rivais. São esperadas cerca de 80 mil pessoas nos atos desta segunda-feira (29).

A presidente afastada, Dilma Rousseff, posa ao lado do cantor Chico Buarque, que estará no plenário do Senado nesta segunda-feira (29) como convidado da petista.

Clique aqui e comente sobre isto

João e Geraldo dividem confiança e admiração do recifense

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016
Retrato da polarização também é visto no sentimento do eleitor Líbia Florentino/LeiaJáImagens/Arquivo

Retrato da polarização também é visto no sentimento do eleitor
Líbia Florentino/LeiaJáImagens/Arquivo

Os candidatos a prefeito do Recife João Paulo (PT) e Geraldo Julio (PSB) além de polarizar nas intenções de votos também dividem a atenção diante do sentimento do eleitorado.

De acordo com um estudo feito pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), encomendado pelo Portal LeiaJá em parceria com o Jornal do Commercio, os dois são apontados como os mais admirados, confiáveis e indicados como opção para “construir um futuro melhor” para a capital pernambucana.

Quando o IPMN indagou sobre qual dos oito candidatos sé o mais indicado para melhorar o futuro do Recife, 26,6% apontaram João Paulo e 25,8% Geraldo. O candidato Daniel Coelho (PSDB) aparece com a preferência de 6,1%, Priscila Krause (DEM) 4,5%, Edilson Silva (PSOL) 1,3% e Pantaleão (PCO), Simone Fontana (PSTU) e Carlos Augusto com 0,2% cada. O maior percentual, entretanto, é dos entrevistados que pontuam nenhum deles como opção para a pergunta, 31,6%.

No quesito confiança, João Paulo aparece com 22,4% e Geraldo 21,2%. Daniel Coelho é confiável para 5,3%; Priscila, 2,7%; Edilson 0,5% e Pantaleão 0,2%. Já 46,5% disseram que nenhum dos oito era confiável.

Aferindo a admiração, o petista foi citado por 25% dos entrevistados enquanto o socialista por 22%. O tucano é admirado por 5,6% dos recifenses enquanto Priscila tem 3,4% de admiração. O psolista foi mencionado por 0,5%, Pantaleão 0,3% e Simone 0,2%. Em contraponto,  42,1% disseram não admirar nenhum dos mencionados.

Ao abordar estas questões o IPMN inovou nesta edição da pesquisa. As indagações eram apresentadas a população com um foto de cada concorrente.

O Instituto foi a campo nos dias 24 e 25 de agosto para ouvir 624 pessoas. A pesquisa foi registrada no dia 23 de agosto no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) com o número PE-03829/2016. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é estimada em quatro pontos percentuais.

Clique aqui e comente sobre isto

Prefeita de Santa Maria da Boa Vista é multada pelo TCE

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

20O Relatório de Gestão Fiscal da Prefeitura de Santa Maria da Boa Vista referente ao segundo quadrimestre de 2014 foi julgado irregular pela Segunda Câmara do TCE.

O conselheiro e relator do processo, Marcos Loreto, imputou uma multa no valor de R$ 21.600,00 à prefeita Eliana Rodrigues da Costa Gomes, a qual deverá ser recolhida no prazo de 15 dias do trânsito em julgado desta decisão.

Elaborado pelos técnicos da Inspetoria de Petrolina, o Relatório de Auditoria sustenta que a atual prefeita ultrapassou o limite de despesa com pessoal no terceiro quadrimestre de 2011 e permaneceu com o Poder Executivo desenquadrado até a data da última aferição.

Saltou para 57,38% no primeiro quadrimestre de 2012, para 59,45% no segundo, para 61,58% no terceiro e para 63,93% no primeiro quadrimestre de 2013, contrariando o artigo 23 da Lei de Responsabilidade Fiscal. A informação é do Afogados On Line.

Clique aqui e comente sobre isto

Campanha de Romério teve carreata no sábado

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

14089048_916085185181278_3238116537213151127_nA campanha de Romério Guimarães e Nenén de Zé Dudu realizou carreata e motocada neste sábado, 27, em ato da Coligação Unidade das Forças Populares. Após a carreata, houve arrastão pelas principais ruas do Centro.

O secretário de Estado Isaltino Nascimento, que participou do evento, destacou que viu clima de muita união, determinação e motivação. “Além do apoio de Zé Marcos, um político de peso da Terra da Poesia”. O deputado federal Kaio Maniçoba também elogiou o ato.

“Estamos no caminho certo. Este é um governo popular e voltado aos mais humildes,  necessitados e de mãos limpas”, comentou Romério Guimarães.

Clique aqui e comente sobre isto

Marina Silva: “impeachment não é golpe”

Publicado em Sem categoria por em 29 de agosto de 2016

20160828114020964934o

Do Diário de Pernambuco

Candidata à presidência derrotada nas eleições de 2014, Marina Silva (Rede) participou neste domingo de um ato em apoio a candidatura de Antônio Campos (PSB) à Prefeitura de Olinda.

Aos muitos militantes que tomaram a Avenida Brasil, em Rio Doce, Marina disse que é grata ao estado de Pernambuco, lembrou de Eduardo Campos e defendeu o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

“Temos a oportunidade de fazer a mudança em cada local que a gente vive. O Brasil nada mais é que a soma dos mais de cinco mil municípios”, disse, declarando o apoio ao irmão de Eduardo Campos, o apontando como um “caminho para a mudança”. Ela também declarou apoio à reeleição de Geraldo Júlio, candidato socialista à prefeito do Recife.

Marina aproveitou a oportunidade para alfinetar Dilma Rousseff, por quem foi derrotada nas urnas em 2014. A fundadora da Rede acusou a petista de ganhar sem apresentar um plano de governo “porque não tinha coragem de registrar no papel o que disse verbalmente”. Marina também responsabilizou Dilma pela postura do presidente interno Michel Temer (PMDB).

“Quem botou Temer na linha sucessória de Dilma foi ela própria. Eles que faltaram com a verdade juntos todos esses anos”, disparou Marina, que frisou que não classifica como golpe o processo e impeachment em andamento.

“O impeachment não é golpe, é legal, cumpre com a legalidade, mas não cumpre com a necessidade de passar o Brasil a limpo”, disse, defendendo a suspensão da chapa Dilma-Temer e a realização de novas eleições presidenciais.

Clique aqui e comente sobre isto

Não podemos admitir a palavra ‘golpe’, diz líder tucano no Senado

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

cassio-cunha-lima-1459845349667_300x200

Estadão

O líder do PSDB no Senado, senador Cássio Cunha Lima (PB), afirmou à Rádio Estadão que o plenário da Casa adotará uma postura “respeitosa e civilizada” durante a defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff, marcada para começar às 9 horas desta segunda-feira (29).

O tucano, entretanto, admitiu que “qualquer provocação será confrontada”. Lima participou neste domingo de reunião com a base de apoio do presidente interino, Michel Temer, para discutir justamente a sessão de amanhã, que marca o capítulo final do processo de impeachment da petista.

O senador também destacou que qualquer menção a golpe por Dilma será “uma afronta à democracia”. “Não podemos admitir (a palavra) ‘golpe’ em um julgamento presidido pelo presidente da Suprema Corte”, afirmou Lima, referindo-se ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Para o tucano, Dilma “não pode transformar o plenário do Senado em um set de filmagem”. “Se por ventura essa acusação (de golpe) for feita na boca da própria presidente, haverá reação, porque quem cometeu um golpe foi a presidente ao mentir à população brasileira”. Para concluir, Lima disse que o tom da sessão desta segunda-feira será dado pela própria presidente afastada.

Clique aqui e comente sobre isto

Câmara recebe Marina Silva

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

Marina-Silva-Palácio

O governador Paulo Câmara e a primeira-dama Ana Luiza receberam, na manhã deste domingo (28.08), no Palácio do Campo das Princesas, a ex-senadora Marina Silva.

Na ocasião, acompanharam o chefe do Executivo estadual os secretários Felipe Carreras (Turismo, Esporte e Lazer), Sérgio Xavier (Meio Ambiente e Sustentabilidade) e João Campos (Chefe de Gabinete), o deputado federal Tadeu Alencar e o vereador do Recife Eurico Freire.

No sábado, ela anunciou seu apoio ao candidato a prefeito de Paudalho, Dr. Maicon Nunes. Em comício na no centro da cidade localizada na Mata Norte do Estado, Marina enfatizou que Maicon Nunes enfrenta o poder econômico local e que é um “candidato jovem” e com “nova postura”. Também esteve em Olinda para declarar apoio a Antonio Campos.

Clique aqui e comente sobre isto

Nerianny realiza caminhada e porta a porta em Arcoverde

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

14100457_1824576094441098_1903486099396061855_nA candidata do PTB à Prefeitura de Arcoverde, Nerianny de Zeca, começou o final de semana com uma  caminhada no bairro do São Cristóvão, na sexta-feira (26).

“Vamos consertar a saúde de Arcoverde e colocar as policlínicas para funcionar 24 horas, como foram idealizadas pelo ex-prefeito Zeca, e como a população de Arcoverde precisa e merece”, disse, em crítica à adversária Madalena Brito.

Acompanhando a candidata trabalhista pela frente O Trabalho Está de Volta, que reúne 8 partidos (PTB, PT, PRB, PMN, PSC, PTN, PSL e PTdoB), estavam os deputados Júlio Cavalcanti (estadual) e Zeca Cavalcanti (federal), além do candidato a vice, Erb do Pague Menos, e os candidatos a vereadores.

No segundo final de semana da campanha eleitoral em Arcoverde, na avenida Cel. Antonio Japiassu, a candidata da coligação O Trabalho Está de Volta, liderada pelo PTB de Nerianny Cavalcanti, tirou a manhã do sábado para fazer uma visita aos comerciários, consumidores e donos de lojas ao longo da avenida.

Estava ao lado dos deputados Júlio e Zeca Cavalcanti, além do candidato a vice, Erb Lins.

A candidata trabalhista disse sentir “a cada dia que passa um crescimento e aceitação da campanha que vem empolgando o eleitorado que sonha em ver o trabalho voltar à Arcoverde”.

Clique aqui e comente sobre isto

Senadores governistas traçam estratégia para depoimento de Dilma

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016
O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, concede entrevista neste domingo (28) no Senado (Foto: Fernanda Calgaro/G1)

O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, concede entrevista neste domingo (28) no Senado (Foto: Fernanda Calgaro/G1)

Presidente afastada faz a própria defesa no Senado nesta segunda.
Ela discursa e depois recebe perguntas às quais pode responder ou não.

Do G1

Senadores da base governista se reuniram na manhã deste domingo (28) para definir a estratégia a ser adotada durante a participação nesta segunda-feira (29) da presidente afastada Dilma Rousseff no julgamento do processo de impeachment no Senado.

Dilma terá 30 minutos para fazer um pronunciamento em defesa própria, tempo que poderá ser estendido a critério do presidente da sessão, o ministro Ricardo Lewandowki, do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois do discurso, a presidente afastada receberá perguntas dos senadores, às quais poderá responder ou não.

Ao chegar para o encontro neste domingo, no gabinete da liderança do PSDB no Senado, o senador Aécio Neves (PDSB-MG), presidente nacional do partido, disse que os questionamentos à presidente afastada serão respeitosos, mas que, se ela subir o tom nas respostas, os senadores favoráveis ao impeachment farão o mesmo.

“O interesse em radicalizar e polemizar é da própria presidente da República. Obviamente, se ela, na nossa avaliação, errar no tom, as nossas respostas serão no mesmo tom. Estamos preparados para fazer os questionamentos com o absoluto respeito à presidente afastada”, afirmou o tucano.

Aécio disse ainda que o momento não é de “festa” e que se trata de um processo que deixa “traumas” tanto no Congresso quanto na sociedade, mas que está confiante de que será uma “sessão histórica”.

“Obviamente, ela dará o tom. Esperamos que seja um tom à altura desse momento difícil por que passar o Brasil. Não é um momento de festa, nem para aqueles que apoiam o impeachment. Sabemos que um processo como esse deixa traumas, não apenas no Congresso, mas na própria sociedade”, disse.

E acrescentou: “Mas estou confiante de que teremos uma sessão histórica a altura desse momento e à altura do que os brasileiros esperam tanto dos seus representantes quanto da presidente afastada”.

Entre os presentes à reunião estavam os líderes do governo no Senado Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP); do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB); e do DEM, Ronaldo Caiado (GO). Também participaram os senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE), Ana Amélia (PP-RS), Dalirio Beber (PSDB-SC), Paulo Bauer (PSDB-SC), José Anibal (PSDB-SP), Lasier Martins (PDT-RS), Waldemir Moka (PMDB-MS) e José Medeiros (PSD-MT).

Após a reunião, que durou cerca de uma hora e meia, o senador José Agripino (DEM-RN), presidente nacional do DEM, reiterou que a decisão do grupo governista é se concentrar em perguntas técnicas, mas ressaltou que não serão aceitas provocações dos aliados de Dilma.

“Não aceitaremos a beligerância. As nossas perguntas serão de ordem técnica e jurídica. Esperamos que a sessão seja pacífica, mas não deixaremos de invocar o presidente Lewandowksi caso isso não aconteça”, disse Agripino.

Aécio conversou novamente com a imprensa depois do encontro e reforçou que a orientação é fazer perguntas técnicas sobre os decretos e as chamadas “pedaladas” que embasam o pedido de impeachment.

Ele admitiu, porém, que “é natural que haja uma contextualização” nas perguntas, sinalizando que outros temas poderão ser levantados pelos parlamentares.

“É natural que haja uma contextualização de como chegamos aqui, mas a orientação é de que vamos, sempre que possível, nos ater a questões técnicas, formais dos crimes cometidos, seja em relação aos decretos fraudulentos ou aos empréstimos também fraudulentos”, disse o senador tucano.

Caiado, que tem protagonizado embates no plenário com senadores aliados da presidente afastada repetiu o discurso de que o tom da sessão será dado por Dilma, mas que eventuais insultos serão respondidos.

“A cada ação corresponde exatamente uma reação. Na minha região tem uma frase que diz: ‘O risco que corre o pau, corre o machado’”, afirmou.

Clique aqui e comente sobre isto

Jingle: ‘arma’ eleitoral para se fixar na mente do eleitor

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

Untitled-1Do LeiaJá

Frevo, brega, axé, gospel e forró com melodias mais conhecidas ou as menos famosas. É assim que os candidatos ao pleito procuram se fixar na cabeça do eleitor com a proliferação dos jingles políticos. As canções, em inúmeras vezes, viram a marca dos candidatos e começam a ser entoados pelo cidadão como se fosse a música predileta, aqueles tão conhecidos como os ‘chicletes’.

Pegajosos ou não, os jingles têm o seu valor e deixam mensagens quer sejam de fixação do número, elogios aos próprios postulantes ou até mesmo de crítica aos concorrentes. No Recife, os ritmos regionais são o foco dos que concorrem à prefeitura. O candidato à reeleição Geraldo Julio (PSB) usou a canção, que é uma mistura de hip hop com forró, para dizer que “é bom de serviço, tem coragem e tem raça para cumprir o compromisso, fazer certo e bem feito” e rebater a tese de que fez pouco durante os últimos três anos e meio.

Outro que já caiu na boca do povo foi o do candidato Daniel Coelho (PSDB), um forró que apela para a tese da mudança. “A mudança de verdade só com um prefeito novo… O Recife vai pra frente com um prefeito diferente”, diz a música, alfinetando os concorrentes que disputam a reeleição ou o retorno ao cargo.

Adotada pelos petistas, a canção “Vermelho” de Fafá de Belém tem embalado as campanhas do partido há alguns anos e na capital pernambucana não tem sido diferente. Além dela, um frevo, ritmo característico do petista, pede o “volta João Paulo, volta João Paulo”. No hit, ele também aproveita para listar o que fez quando foi prefeito do Recife. “Recife do povo de novo… sua história está aí, criou o carnaval multicultural na educação fez inclusão digital, experiência sem igual, a academia das cidades foi ele quem fez, é a verdade, criou o Samu, o Parque Dona Lindu…”

Os jingles, de acordo com estudos feitos pelo maestro e professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) Kleber Mazziero, fazem a diferença na hora da votação. Segundo ele, 13,8% dos eleitores ainda trocam de candidatos por causa da interferência das músicas, diferentemente do que levantamentos afirmaram, em 2011, de que “os jingles estariam em vias da morte”.

“É fundamental que os postulantes invistam em um bem elaborado, bem concebido, original e exclusivo e que também defina suas propostas. Um jingle que seja a cara do candidato, que revele o que é irrevelável”, salientou. Com as novas regras eleitorais, vigentes neste ano, Mazziero disse que os jingles ganham ainda mais força. “É uma imagem sonora muito forte que fica”, destacou.

Clique aqui e comente sobre isto

Nomes curiosos de candidatos no Pajeú e Brasil afora continuam rendendo pauta

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016
Prato de Papa: se nome inusitado desse voto, tava eleito

Prato de Papa: se nome inusitado desse voto, tava eleito

O Globo fez uma matéria sobre nomes inusitados na política disputando as eleições deste ano. Desacreditada, a classe política tem medo de muita coisa — menos do ridículo. Quem se der ao trabalho de compulsar as listas de candidatos a vereadores Brasil afora, encontrará barbaridades.

Às vezes, as alcunhas fazem referência a traços físicos dos candidatos e, em muitos casos, passam ao largo do bom senso esperado de um possível legislador. No meio dos 455 mil candidatos às Câmaras Municipais este ano, esse grupo é fácil de ser encontrado por todo o Brasil.

O Pajeú também costuma ser um celeiro de nomes curiosos. Vasculhando rapidamente aqui, encontramos nomes como Luz Bizorão, Zé Negão, Geneci da Burra, Luiz de Peba, Doido de Zé Vicente, Luiz Bigodão, Beleza e, para este blog, um Hor Concours, que não precisa nem concorrer como o mais inusitado, chamado Prato de Papa, de São José do Egito.

Veja alguns nomes separados pelo O Globo, mais conhecidos por serem inusitados que por necessariamente serem bons de voto:

NOME CIDADE ESTADO PARTIDO
Acumulou Campo Grande MS PTN
Ademar Cem Terra Duque de Caxias RJ PRP
Amilcar o agente 007 São Paulo SP PSDC
Anjo da Guarda São José do Alegre MG PRB
Budega Rondon do Pará PA PP
Bulldog Salvador BA PHS
Cachorrão Rondon do Pará PA PPS
Cal me ajude Salvador BA PTB
Come Folha Porto Seguro BA PDT
Cowboy Urso Manco Curitiba PR SD
Diabinho São Miguel Arcanjo SP PP
Diana a gostosa Porto Seguro BA SD
Doidão Natural Nova Iguaçu RJ PDT
É pela família Porto Alegre RS PEN
Edson somos todos vítimas Rio de Janeiro RJ PTB
Esquisito Bananal SP PEN
Faustão Duque de Caxias RJ PTN
Feio São Luís MA PEN
Felicidade Salvador BA PRTB
Filho do Padre Campo Grande MS PMN
Getúlio Vargas São Paulo SP PC do B
Grande Homem Salvador BA PT do B
Hang Louse São Luís MA PSL
Joaquim, gás, ovo, queijo e pão Rio de Janeiro RJ PDT
Jurandir Satanás Laranjal PR PSL
Lobo Solitário (Toca do Lobo) Belém PA PSB
Macho Salvador BA PTC
Marcio Anhasco Pokemon Balneário Camboriú SC DEM
Mentira Ilhéus BA PMDB
Molezinha Rio de Janeiro RJ PMB
Paulinha Audácia Pura Queimados RJ PROS
PC dos Desejos Queimados RJ PP
Pêlo de Gato Maringá PR PDT
Pintinho de Olaria Rio de Janeiro RJ PMB
Pitimbu Rio de Janeiro RJ PSD
Repolhinho Rio Grande RS PSDB
Rumenique Peitinho de Rola São Fidélis RJ PMB
Satanás Porto Real do Colégio AL SD
Seu Madruga Queimados RJ PSOL
Silvio Santos Campo Grande MS PSD
Socorro Help Belém PA PTC
Uga Uga Salvador BA PTN
Vado Malassombrado Salvador BA DEM
Wilson o indignado Porto Alegre RS PPS
Zaru Pé de Boi Duque de Caxias RJ PHS
Zé Pellin São Paulo SP PRTB

Clique aqui e comente sobre isto

Cristovam diz que ainda pode mudar o voto

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

downloadO senador Cristovam Buarque (PPS-DF) afirmou neste sábado (27) que ainda poderá mudar o voto até a próxima terça-feira (30), quando o plenário apreciará o impeachment.

Buarque disse que hoje daria o voto pelo impeachment, teria três razões, que não detalhou, mas fez uma condição: “A não ser que acontece alguma coisa entre hoje até terça-feira”,data para a votação final do processo.

O senador concedeu a entrevista ao repórter César Setti, da TV Resistência, na manhã deste sábado (27). Depois da fala no Senado, na segunda (29), a expectativa é que Dilma Rousseff amplie de 31 para 40 votos contrários ao golpe.

Cristovam é uma das principais decepções de Dilma. Ex-petista, deixou a sigla magoado após ter sido demitido por telefone do Ministério da Educação pelo ex-presidente Lula.

Clique aqui e comente sobre isto

Afogados: falecimento de Dardo Veras cancela inauguração do comitê de Emídio

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

_MG_0959O candidato a prefeito de Afogados da Ingazeira, pela coligação União Pelo Povo Emídio Vasconcelos, juntamente com o vice Ramiro Simões (Ramirinho) e dos candidatos a vereadores e vereadoras, cancelaram a inauguração do comitê, que estava programada para a manhã deste sábado (27).

“O falecimento de Dardo, é uma perda inestimável, conversávamos muito e também discutíamos sobre política, vai deixar saudades”, disse Emídio sobre a perda do amigo.

Emídio fez a entrega simbólica do comitê à militância e depois saiu em caminhada pelas ruas da cidade.  “É muito bom ver que a nossa forma de conduzir o processo está agradando a população. A todo o momento as pessoas nos parabenizam por isto. Estamos renovando a forma de fazer política em Afogados da Ingazeira e isso com certeza deixará um legado positivo”, disse Emídio, segundo nota ao blog.

Clique aqui e comente sobre isto

Carreada movimentou campanha de Duque e Márcio em Serra

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

DSC_1297_1600x1060

A primeira carreata do “Movimento 13”, da campanha de Luciano Duque e Márcio Oliveira, aconteceu ontem em Serra Talhada. No Sertão, esses eventos costumam marcar que campanha tem mais combustível para o pleito. Há casos em que são escalados contadores do número de veículos no evento. A partir disso, o evento agradou.

O ponto de partida da carreada puxada por Luciano Duque e Márcio Oliveira, candidato a prefeito de vice, pela coligação “O Trabalho vai Continuar”, foi a Avenida Triunfo.

De lá, Luciano Duque, Márcio Oliveira, o deputado estadual Augusto César, o deputado federal Kaio Maniçoba, candidatos a vereadores e o médico Dr. Nena, seguiram em carro aberto, passando pelos Bairros do IPSEP, Alto da Conceição, Avenida Afonso Magalhães, Avenida Enock Inácio de Oliveira, Bairro Alto do Bom Jesus, Borborema e por fim  Bairro da Malhada.

Com cerca mil carros, segundo da organização, por onde a extensa carreata passava, nas calçadas, nas janelas e nas sacadas, o povo acenava positivamente e entrava no clima da festa vermelha, ao som do “Vai moendo, vai moendo”, que já virou o principal hit da campanha do 13.

Clique aqui e comente sobre isto

Reitor da UPE participa da Caravana da Inovação em Garanhuns e Caruaru

Publicado em Sem categoria por em 28 de agosto de 2016

DSC05860

O Armazém da Criatividade de Caruaru, sediou  a quinta edição dos seminários da Caravana da Inovação, promovida pela Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), que tem como objetivos discutir com a sociedade o Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, estimular a construção de Sistemas Territoriais de Inovação e promover workshop de inovação junto aos empresários locais.

A penúltima etapa dos seminários, que já passou por Petrolina, Araripina, Serra Talhada e Garanhuns, contou com a participação do Reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Prof. Pedro Falcão, que assinou, com o Diretor de Inovação do Porto Digital, Guilherme Calheiros, um convênio de cooperação técnica.

O convênio permite que aos professores e estudantes da UPE desenvolver atividades e projetos no Armazém da Criatividade. “Estamos formalizando o que já vinha acontecendo na prática. Na verdade, nossos estudantes do curso de Sistema de Informação do campus do Agreste já estavam em contato permanente com o Armazém da Criatividade de Caruaru. Agora, ampliamos essa oportunidade”, explicou o reitor.

A consolidação de todo esse trabalho será na próxima sexta-feira (02/09), no auditório do Itep, no Recife, última etapa da Caravana.

O seminário também passou pela cidade de Garanhuns, no Agreste Meridional. Contou com a participação de mais de 80 pessoas, dentre empresários e representantes de instituições locais, que tiveram a oportunidade de conhecer as linhas de financiamento para desenvolvimento de pesquisas e soluções tecnológicas, no Workshop da Inovação.

O reitor da UPE esteve acompanhado da Pró-reitora de pós-graduação, pesquisa e inovação da Universidade, Profa. Tereza Cartaxo, pelo coordenador geral de Pós-graduação, Prof. Sergio Campello, pelo vice-diretor do campus da UPE em Garanhuns, Caruaru, Salgueiro, Arcoverde e Serra Talhada, Prof. Henrique Carneiro, pelo Assessor de gabinete, Renan Albino, e pela professora da Universidade de Illinois, Anu Gokhale, detentora da Cátedra Fulbright-FACEPE 2016-2017, para área de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática e Computação (STEM+C).

Clique aqui e comente sobre isto