Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Médico do Hospam critica transferência do Emília Câmara por “falta de material para anestesia”

Publicado em Notícias por em 14 de janeiro de 2021

O médico e obstetra Lourival Rodrigues manteve contato com o blog e questionou a transferência de uma paciente do Hospital Regional Emília Câmara para o Hospital Agamenon Magalhães,  em Serra Talhada, nesta quarta (13).

Segundo ele, a crítica se dá pela motivação alegada na Guia de Encaminhamento e Transferência. O documento, assinado pela obstetra Ilka Lidiane Bastos, aponta como causa da transferência “falta de material adequado para anestesia”.

A paciente, de 36 anos, apresentava quadro de sangramento vaginal discreto, consequência de um quadro abortivo espontâneo. “Absurdo um Regional Gerido pela OS Tricentenario não ter material adequado para anestesia”, reclamou.

O profissional não tem hesitado em questionar falhas na gestão de unidades da região. Foi ele que denunciou a existência de plantões fantasmas no Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães e um esquema de sublocação de plantões.

O Diretor do Hospital Regional Emília Câmara, Sebastião Duque, estranhou o encaminhamento da paciente e prometeu apurar. Ele sinalizou que até então, não há motivação para esse tipo de transferência da unidade.

Deixar um Comentário