Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Cinegrafista atingido por rojão em protesto no Rio tem morte cerebral

Publicado em Sem categoria por em 10 de fevereiro de 2014

E1B4B94FC6792C27313A92246A9F4C

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio acaba de informar a morte cerebral do cinegrafista da TV Bandeirantes atingido por um rojão de vara em um protesto no dia 6 de fevereiro. Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos, faleceu na manhã desta segunda-feira, 10. Ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Souza Aguiar, no centro, com afundamento de crânio.

Andrade estava em coma induzido desde que foi atingido. No mesmo dia, passou por uma neurocirurgia para estancar o sangramento e estabilizar a pressão intracraniana. Além do afundamento de crânio ele perdeu parte da orelha esquerda.

Investigação. Na manhã de domingo, 9, a polícia prendeu o tatuador Fábio Raposo, de 22 anos, que confessou ter entregue o rojão ao suspeito de tê-lo acendido. Raposo concordou em ajudar a polícia a produzir um retrato falado do responsável pelo crime. O homem aparece em imagens de TV e fotografias, mas não foi possível identificá-lo nos registros, porque estava de máscara.

O advogado do tatuador, Jonas Tadeu Nunes, afirmou que tem o nome do suspeito e vai apresentá-lo ainda nesta segunda-feira, 10, ao delegado que investiga o caso.

Deixar um Comentário