Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Na Câmara, Gonzaga Patriota diz que realidade da educação em Petrolina mostrada na TV “é grande constrangimento”

Publicado em Sem categoria por em 11 de março de 2014

fant1

O Deputado Federal Gonzaga Patriota usou a Tribuna da Câmara para criticar novamente a gestão Júlio Lóssio em Petrolina. Gonzaga lembrou que no início de fevereiro, utilizou a Tribuna dessa Casa para fazer um registro baseado numa matéria veiculada nos jornais pernambucanos e nacionais que a falta de merenda nas escolas públicas de Petrolina estavam atrasando o início das aulas nesse município. “Apesar da matéria ter sido veiculada em jornais e blogs nacionais, fui acusado pelo secretário de educação do município de falar inverdades e tentar tirar dividendos políticos do episódio”.

fant2

“No último domingo o programa Fantástico da Rede Globo de Televisão, mostrou uma enorme matéria sobre as precárias condições das escolas públicas em nosso país. Dentre os municípios citados nessa triste realidade, mais uma vez aparece o nome da nossa querida Petrolina. Outra vez Petrolina aparece aos olhos do Brasil numa vergonhosa lista de escolas públicas precárias. Na qualidade de parlamentar representante da região do Vale do São Francisco e de Pernambuco, me sinto na obrigação de cobrar dos administradores municipais, explicações a respeito da denúncia. Petrolina não merece passar por um constrangimento desses em função da vergonhosa atuação de seus dirigentes”.

Reportagem do Fantástico evidenciou situação das bancas escolares em escola de Petrolina. Clique na imagem e veja novamente reportagem completa

Reportagem do Fantástico evidenciou situação das bancas escolares em escola de Petrolina. Clique na imagem e veja novamente reportagem completa

Conclui Gonzaga : “Não adianta a prefeitura e a secretaria de educação divulgarem notas dizendo que a reportagem deixou de mostrar isso ou aquilo. As imagens são fortes, não foram inventadas nem criadas pelos competentes jornalistas da Rede Globo de Televisão. A sociedade petrolinense exige resposta e soluções para esse problema”.

Deixar um Comentário