Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Humberto Costa cobra paternidade de obras a Eduardo

Publicado em Sem categoria por em 3 de abril de 2014

31f2ffc303506a939bdf9807b4ea3054

do JC Online

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, criticou ontem a postura do governador Eduardo Campos (PSB) por não reconhecer a participação do governo federal em obras realizadas em Pernambuco. Segundo o petista, Eduardo estaria fazendo uma “maratona torta de inaugurações” na sua última semana à frente do Estado, sem mencionar os investimentos federais e sem convidar integrantes dos ministérios para participar dos eventos.

“Nessa reta final, em favor da própria candidatura à Presidência, o governador deu início a uma maratona torta de inaugurações, muitas delas de obras ainda inacabadas, onde não têm tido lugar a delicadeza e a justiça. São obras feitas com o dinheiro do povo brasileiro, de Pernambuco, repassado ao Estado pela União, que o governador tem inaugurado como se fossem exclusivamente suas”, afirmou.

Para Humberto, os eventos estão servindo como “campanha eleitoral antecipada” para o governador e para o candidato à sucessão, Paulo Câmara (PSB). O senador classificou como “injusta” a forma como Eduardo teria conduzido o processo político, pois, segundo o senador, os R$ 100 bilhões de investimentos feitos pela União no Estado foram escondidos.

Hoje, Eduardo vai inaugurar o museu Luiz Gonzaga sem a presença de representantes da União, segundo Humberto. Para o petista, o governador não tem feito convite às autoridades federais para participar. “O presidente Lula, mais de uma vez, transmitiu ao governador que gostaria de estar presente no museu Luiz Gonzaga, assim como a presidente Dilma. Sequer a ministra da Cultura (Marta Suplicy) estará lá”, ressaltou.

O petista espera que seja estabelecida uma relação tranquila entre o governo Dilma e a gestão João Lyra, que assumirá o governo amanhã. “Queremos fazer as parcerias de que Pernambuco precisa. Lyra tem todas as condições de deixar uma marca positiva no Estado”, afirmou.

Deixar um Comentário