Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Temperaturas de até 70 graus podem ser registradas em Patos, alerta meteorologista

Publicado em Notícias por em 17 de setembro de 2018

O meteorologista Mário de Miranda Leitão, disse em entrevista à tradicional Rádio Espinharas, que as temperaturas poderão alcançar até 70 graus Celsius  neste período em Patos, no Sertão paraibano.

O meteorologista aferiu as temperaturas do solo em pontos específicos da cidade e verificou temperaturas altíssimas, como em frente a Matriz de Nossa Senhora da Guia, em uma via asfaltada.

Segundo o meteorologista, as condições naturais de Patos, aliadas à cor escura do asfalto proporciona índice altíssimo de temperatura nas ruas da cidade em algumas épocas do ano.

Oficialmente, os dados do Climatempo indicam máximas que não passarão dos 37 graus até a próxima quarta-feira, mas eles não consideram a aferição em pontos específicos, como colocou o meteorologista. Não são raras as notícias de termômetros marcando entre 48 e 53 graus na cidade. O período mais crítico é entre 11 da manhã e meio dia.

A boa notícia é que , apesar de ser cedo para falar de previsão para a quadra invernosa no Nordeste,  a tendência é de chuvas regulares para os próximos 4 ou 5 anos.

Ele afirmou que neste momento a meteorologia fala em tendência, e não em previsão, pois faltam alguns meses para o fenômeno. Segundo o estudioso, a possibilidade de chuva para 2019 está dentro da normalidade, mas o cenário poderá mudar.

Na Paraíba assim como em Pernambuco, as chuvas caídas este ano, apesar de amenizar a crise hídrica, não foram suficientes para afastar o fantasma de colapso no abastecimento de água.

Mário é graduado em Meteorologia pela Universidade Federal da Paraíba (1982), mestre em Meteorologia pela Universidade Federal da Paraíba (1989) e doutor em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1994).

Professor renomado, coordena o Laboratório de Meteorologia LABMET/UNIVASF e desenvolve pesquisas nas áreas de meteorologia, agrometeorologia e climatologia.

Os detalhes da entrevista podem ser acompanhados inclusive com o áudio na íntegra clicando aqui, acessando o conteúdo do Patos On Line.

Deixar um Comentário