Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Tabira : Justiça nega pedido e mantém preso condutor de carro que atropelou e matou estudantes

Publicado em Sem categoria por em 6 de Fevereiro de 2014

Andreza-e-RosáliaA Juíza Clénya Pereira de Medeiros negou revogação da prisão preventiva decretada em desfavor de Hebson Thiago Silva Sampaio, acusado de provocar o acidente que matou as estudantes Andreza Thaylane e Rosália Medeiros de Oliveira, quando dirigia um carro comprovadamente alcoolizado, atropelando as duas no final do ao passado na comunidade de Riacho o Gado, Tabira.

A defesa alegou que o pedido de revogação contemplava requisitos do art. 312 do Código de Processo Penal, não se justificando a medida cautelar. Mas o Ministério Público opinou por indeferir o pedido, uma vez que não houve qualquer fato novo que justificasse a revogação.

Decidiu a Juíza : “ainda há necessidade de acautelar a ordem pública e a credibilidade da justiça, bem como garantir a instrução criminal e assegurar a aplicação da lei penal. A ordem pública restou abalada em decorrencia da gravidade do crime praticado, levando-se em conta que o réu conduzia seu veículo em estado de embriaguês avançada, em alta velocidade e desrespeitando transeuntes, quando atropelou as vítimas”.

Mortes, em 19 de dezembro passado, comoveram e revoltaram comunidade sertaneja. Meninas preparavam formatura. Uma sonhava em ser freira

Mortes, em 19 de dezembro passado, comoveram e revoltaram comunidade sertaneja. Meninas preparavam formatura. Uma sonhava em ser freira

Hebson foi indiciado por duplo homicídio doloso, pois assumiu o risco de matar quando pegou o carro embriagado. “A imputação inicial de deito doloso é suficiente para justificar a prisão como medida de cautela, situação que pode ser revista no curso do processo”, disse.

Além de indeferir o pedido da defesa de Hebson Thiago a Juíza ainda designou o dia 11 de março às 09h para audiência de instrução e julgamento. Hebson deve ser levado a Júri Popular.

Deixar um Comentário