Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Serviço de mototáxi é disciplinado em Afogados da Ingazeira

Publicado em Sem categoria por em 31 de dezembro de 2013

O Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, entregou ontem (30) coletes de segurança, certificados e placas vermelhas a 144 mototaxistas do município. Com a entrega, a Prefeitura concluiu a segunda etapa do disciplinamento do serviço.

O processo teve início em abril, com o recadastramento e a regularização dos profissionais que atuam em Afogados. Em seguida, a Prefeitura, em parceria com a empresa Personal Driver e com o Senai, promoveu cursos de aperfeiçoamento profissional e direção defensiva, e personalizou a adesivagem com a numeração das motos.

Entrega de coletes e placas vermelhas

A próxima etapa, segundo o Prefeito, é começar a padronização e organização dos pontos de embarque e a fiscalização para coibir profissionais não autorizados a prestar o serviço de mototáxi.

A entrega ocorreu em frente à Igreja do Senhor Bom Jesus dos Remédios. Desde as sete da manhã, funcionários da Prefeitura serviam um café da manhã para os mototaxistas. Os coletes de segurança tem faixas luminosas para que eles sejam enxergados de longe, mesmo à noite. Eles também possuem alças laterais para apoio do passageiro e numeração idêntica à da adesivagem das motos. Essa numeração vai permitir ao cidadão identificar e denunciar à Prefeitura possíveis maus profissionais.

“É muito importante que a população nos ajude nesse processo. Só utilize serviço de profissionais registrados na Prefeitura, com colete de segurança, com treinamento especializado e em dia com as suas obrigações. Todos tiveram que tirar o ‘nada consta’ na justiça, comprovando que são cidadãos de bem,” afirmou o Prefeito José Patriota. Segundo ele, a fiscalização terá início no começo de fevereiro.

Para o Secretário de Controle Interno, Daniel Valadares, outra grande conquista dos mototaxistas foi a obtenção das placas vermelhas. “Tivemos praticamente que acampar no Detran para garantir que essas placas saíssem e nós pudéssemos dar esse presente aos nossos mototaxistas,” afirmou Daniel.

Afogados foi o único município a bancar integralmente os custos com o curso de qualificação, sem repassar para o mototaxista. Além disso, a Prefeitura bancou 50% dos custos do colete de segurança, orçado em R$ 144,00.

Da Ascom

Deixar um Comentário