Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Presidente do PMDB nega cobrança por mais ministérios no governo

Publicado em Sem categoria por em 16 de janeiro de 2014

O presidente interino do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), negou nesta quarta-feira (15), após iniciar discussões sobre a reforma ministerial com o vice-presidente da República, Michel Temer, que o partido esteja cobrando mais espaço dentro do governo. Raupp afirmou que a bandeira dos peemedebistas é pela diminuição do número de ministérios.

Antes do início da reunião, o parlamentar afirmou que o partido “não está colocando uma faca no pescoço da presidente”, mas que “não vê problemas” na possibilidade de a sigla ganhar o comando de mais uma pasta. Atualmente, o PMDB comanda cinco ministérios: Minas e Energia (Edison Lobão), Previdência (Garibaldi Alves), Turismo (Gastão Vieira), Agricultura (Antônio Andrade) e Secretaria de Aviação Civil (Moreira Franco).

“O partido não cobra mais espaço. O partido cobra a redução do número de ministérios, isso está publico. O PMDB aprovou resolução na última convenção nacional propondo para a presidente a redução no número de ministérios. “, declarou Raupp numa segunda conversa com jornalistas na noite desta quarta.

De acordo com Raupp, em reunião com o Michel Temer nesta tarde, Dilma teria dito que ainda não há definição sobre a nova distribuição de cargos nos ministérios, que deverá ser decidia somente no final deste mês.

Desde o ano passado, quando o PSB entregou seus cargos no governo, lideranças do PMDB tem manifestado desejo de comandar o Ministério da Integração Nacional, ampliando seu espaço na Esplanada. é aumentar a participação no governo.

Participaram da reunião também o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e os senadores Eunício Oliveira (CE), Vital do Rêgo (PB) e Eduardo Braga (AM). Também chegaram ao Palácio do Jaburu o ministro do Turismo, Gastão Vieira, e o senador Romero Jucá (RR).

Deixar um Comentário