Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Prefeitura anuncia plano de ação para combate à Leshmaniose

Publicado em Notícias por em 17 de julho de 2019

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira iniciou esta semana a campanha “Inquérito Canino”, para prevenção da Leishmaniose, nos bairros São Brás e Laura Ramos, áreas com maior incidência.

A campanha tem como objetivo a prevenção da doença em humanos  e animais, e está sendo intensificada após ser diagnosticado um caso da doença em humano em Afogados. A doença é transmitida pelo mosquito “palha”. Diferente do Aedes Aegypti, o mosquito “palha” tem hábitos noturnos e se reproduz em locais com acúmulo de lixo e materiais orgânicos.

A Leishmaniose é mais conhecida como “Calazar”, e pode ocorrer em três formas diferentes: Visceral, Cutânea e Mucocutânea. Cada forma da doença tem diferentes sintomas, a exemplo de febre, falta de apetite e elevação da pele no local da picada do mosquito.

“Estaremos realizando 530 testes rápidos, disponibilizados pela X Geres. Com isso teremos noção de quantos casos existem na cidade. Pedimos aos moradores dos dois bairros que levem seu animal para fazer o exame, para que em caso do exame ser positivo nós já possamos tomar as providências cabíveis e prevenir o contágio em humanos,” Antônio Vieira, Veterinário e Coordenador da Vigilância Sanitária.

Antônio lembra que mesmo o animal sendo bem alimentado e tratado, recebendo todos os cuidados adequados, é necessário que se faça o exame, pois neste caso, a doença leva de 2 a 3 anos para apresentar os primeiros sintomas. Lembrando que os animais que vivem na rua estão sempre mais suscetíveis devido à exposição e presença nos ambientes de maior proliferação do mosquito-vetor.

Em um serviço de utilidade pública, pedimos à população de Afogados da Ingazeira que, caso  identifique algum animal errante ou doméstico com sintomas da doença, procure imediatamente a Vigilância em Saúde, na Rua 15 de Novembro, Nº 165 – Centro, no prédio do antigo cartório eleitoral. Telefones: (87) 3838-1575 Ramal (30) ou (87) 99997-0129.

Deixar um Comentário