Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

PF diz que mandado de prisão de Jefferson sairá segunda. Delator diz que só sai de casa quando notificado

Publicado em Sem categoria por em 22 de fevereiro de 2014

Do G1

Por volta de 10h45 deste sábado, Roberto Jefferson apareceu na sacada de sua casa em Levy Gasparian e disse que aguardava ordem de prisão da Polícia Federal

Por volta de 10h45 deste sábado, Roberto Jefferson
apareceu na sacada de sua casa em Levy
Gasparian e disse que aguardava ordem de prisão
da Polícia Federal

A Polícia Federal disse neste sábado que o mandado de prisão do ex-deputado e delator do mensalão, Roberto Jefferson, deve sair na próxima segunda-feira (24). Nesta sexta (21), o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, havia determinado a prisão de Jefferson em regime semiaberto. Para que a prisão seja efetuada, no entanto, o mandado deve chegar à polícia.

“A PF foi informada de que o mandado de prisão sairá apenas na segunda-feira”, afirma nota publicada na conta da corporação no microblog Twitter.

É o próprio STF que envia o mandado para a PF. Também neste sábado, a assessoria de imprensa do tribunal disse que o mandato chegará para a polícia na segunda-feira.

Neste sábado (22), na expectativa de que o mandado saísse, uma viatura da polícia federal chegou cedo à frente da casa de Jefferson. Também no Twitter, a PF informou que “permanecerá na porta da casa de Roberto Jefferson”.

Os policiais que amanheceram o dia na rua onde Jefferson mora também informaram que o mandado sairá na segunda.

Viatura da Polícia Federal faz plantão em frente à casa de Roberto Jefferson neste sábado (22) (Foto: Kenia Pinheiro/TV Rio Sul)

Viatura da Polícia Federal faz plantão em frente à
casa de Roberto Jefferson neste sábado (22)
(Foto: Kenia Pinheiro/TV Rio Sul)

Pouco antes de saber da notícia, o ex-deputado saiu para a sacada e continuou a afirmar que aguarda ordem da Polícia Federal para se entregar. Ele também disse que conversou com os policias e ofereceu a impressora de sua casa para imprimir a ordem de prisão, se necessário.

“Tem um carro da Polícia Federal aqui na porta de casa, desde ontem à noite, mas não tem ordem de prisão. Meus advogados estão na superintendência, no Rio de Janeiro, mas não há ordem. Eu não posso me apresentar sem ordem de prisão. A hora que a ordem chegar, eu já falei até com o pessoal da Polícia Federal, que esteve à noite comigo aqui. Pode imprimir a ordem aqui em casa, na internet, que eu vou com eles pro Rio. Vocês (imprensa) vão saber porques vocês estão aqui, sem problema”, afirmou o ex-deputado.

Jefferson também disse que acordou cedo neste sábado, por volta de 5h30, na expectativa de que o mandado chegasse logo pela manhã.

Prisão no semiaberto: Além de determinar a prisão de Jefferson, Joaquim Babrosa também negou que ele cumprisse a pena em casa. Condenado a 7 anos e 14 dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Jefferson alegou que precisa de cuidados médicos especiais porque ainda está em tratamento contra um câncer no pâncreas. Com a prisão domiciliar negada, ele vai ter que cumprir a pensa no regime semiaberto.

Quando pediu para cumprir regime domiciliar, o ex-deputado informou ao Supremo que queria permanecer na cidade onde mora, o Rio de Janeiro. Em razão disso, Joaquim Barbosa pediu informações ao Tribunal de Justiça do Rio para saber se os presídios do estado tinham condições de receber o condenado em razão dos problemas de saúde. O tribunal respondeu que sim.

Deixar um Comentário