Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

PE: Codevasf investe mais de R$ 63 milhões para tratar 100% do esgotamento sanitário de Petrolina

Publicado em Sem categoria por em 22 de março de 2014

Petrolina

A partir deste ano, todo o sistema de esgotamento sanitário de Petrolina, maior município do sertão de Pernambuco, será totalmente tratado antes de desaguar no rio São Francisco. A obra vem sendo executada com recursos da Companhia de Desenvolvimento dos Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) da ordem de R$ 63 milhões por meio de convênio com Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), do governo do estado. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, dentro do programa de Revitalização das Bacias Hidrográficas.

Durante a visita do governador do estado de Pernambuco, Eduardo Campos, à obra nesta sexta-feira, 21, foi acionada a primeira estação de bombeamento do novo sistema, que terá  8 estações no total. A previsão da Compesa é que o sistema entre em total funcionamento ainda este ano. Com as intervenções, Petrolina passará a ser a primeira cidade de Pernambuco a ter o esgoto 100% tratado.

O sistema atingirá todo o esgoto gerado no centro de Petrolina e nos bairros Cohab VI, Cohab Massangano, Pedra do Bode, área da Lagoa de Manoel dos Arroz, Antônio Cassimiro e interligar o esgoto dos bairros Rio Corrente, Ouro Preto, São Gonçalo, Jardim São Paulo, Loteamento Recife e o Porto Fluvial.

Conforme o gerente regional de Revitalização das Bacias do Rio São Francisco da Codevasf em Pernambuco, Elijalma Augusto Beserra, que acompanhou a visita do governador ao novo sistema de esgotamento da cidade, a obra de Petrolina é uma das ações mais importantes para o município, que hoje possui mais de 300 mil habitantes e ainda convive com o esgoto sendo jogado in natura no Velho Chico.

“É uma obra emblemática dentro de todo o programa de revitalização implementado pela Codevasf e que atinge outras cidades do semiárido pernambucano”, disse o chefe da 3ª GRR/Codevasf. Cerca de R$ 2 bilhões estão sendo investidos pela Companhia em coleta, tratamento e destinação de resíduos sólidos, controle de processos erosivos e esgotamento sanitário.

Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o período 2011-2014, e as ações fazem parte do Programa de Revitalização das Bacias dos Rios São Francisco e Parnaíba, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). Os estados beneficiados são: Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Sergipe.

Deixar um Comentário