Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Municípios do Agreste terão planos de convivência com o Semiárido

Publicado em Sem categoria por em 20 de fevereiro de 2014

SIMÃO CAETES

A Cáritas Diocesana de Pesqueira realizará oficinas para auxiliar e orientar os municípios do Agreste na construção dos planos municipais de convivência com o Semiárido.  A largada dos trabalhos será no próximo dia 25 de fevereiro, pela manhã, com o Lançamento da Proposta Metodológica de Construção da Elaboração dos Planos. O evento acontecerá no auditório do Hotel Cruzeiro, em Pesqueira.

 Alagoinha, Arcoverde, Caetés , Iati, Jupi , Pedra, Pesqueira , Poção, Sanharó, São Bento do Una e Venturosa são os municípios que iniciaram os debates para construção dos planos e não deram continuidade devido a falta de acompanhamento ao processo. O lançamento da proposta será voltado para as lideranças rurais, gestores municipais, integrantes de comissões da ASA (Articulação no Semiárido Brasileiro) e representantes dos conselhos e sindicatos dos trabalhadores rurais.  Os planos deverão estar aliados à construção do Plano Estadual de Convivência com o Semiárido.

BANCOIMAGENS ASA

 As oficinas fazem parte de um conjunto de iniciativas de participação e mobilização da Cáritas Diocesana de Pesqueira e da  Cáritas Brasileira Regional 2 – que compõe a Articulação no Semiárido Pernambucano (ASA/PE), com o apoio da  Fundação  AVINA, na construção e na efetivação de uma política estruturante de convivência. Resultados dessas ações foram a criação da Lei Estadual de Convivência, as Conferências Territoriais e da Conferência Estadual de Convivência com o Semiárido e o próprio Plano Estadual de Convivência.

 “Vivemos um momento importante em Pernambuco, com a lei estadual de convivência com o semiárido, os debates nas conferências regionais e estadual na discussão do plano estadual, a partir disso precisamos fazer esse debate nos municípios, onde as pessoas vivem, e é  nessa perspectiva   que a Cáritas Diocesana com outros parceiros está  se colocando para contribuir junto com sociedade civil e governos na discussão dos planos municipais de convivência com o semiárido no agreste pernambucano”,  enfatizou a secretária executiva da Cáritas Diocesana de Pesqueira e coordenadora executiva da ASA/PE, Neilda Pereira.

Deixar um Comentário