Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Ministério Público cobra no Pajeú Portais da Transparência e informações sobre transporte escolar a prefeitos

Publicado em Sem categoria por em 23 de dezembro de 2013

sertao

Mais uma vez, os promotores do Sertão do Pajeú deflagram ações em conjunto sobre um mesmo tema, mostrando consonância para a evolução da cidadania na região.

Eles enviaram recomendações aos prefeitos dos 13 municípios, que compõe a 3ª Circunscrição Ministerial, para que em tempo hábil adotem as medidas necessárias para a devida implantação do Portal da Transparência no sites oficiais dos respectivos municípios. As recomendações foram publicadas no Diário Oficial (DOE), no último dia 19.

A página, que deve fazer parte do site oficial de cada prefeitura e ser de fácil acesso, precisa conter, entre outras informações detalhadas, despesas pagas com os respectivos valores de empenho, liquidação e pagamento, receitas arrecadadas, números da licitação e do processo administrativo, tipo e modalidade da licitação, data, relação de licitantes e respectivos valores propostos; resultado e situação da licitação (aberta ou homologada).

Também bens ou serviços adquiridos e os respectivos valores, nome e número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) ou no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do contratado ou convenente, objeto e período de vigência do contrato ou convênio, valor global e preços unitários do contrato. Assim como despesas administrativas, planos de carreira e estruturas remuneratórias dos cargos do município.

O Portal da Transparência deverá ser atualizado mensalmente, contendo data da última atualização, e ser gerenciado pela própria pessoa jurídica de direito público, que veiculará informações sobre a administração pública municipal direta, autarquias e fundações públicas municipais. A linguagem tem que ser acessível ao cidadão, apresentando glossário com definições de todos os termos técnicos.

Segundo o promotor de Justiça de Afogados da Ingazeira e Iguaracy, Lúcio Luiz de Almeida Neto, as ações em bloco demonstram a sintonia e articulação constantes entre os promotores de Justiça do Pajeú. Ele lembra ainda que as 13 Portarias de Inquérito Civil sobre o Transporte Escolar, publicadas no DOE do dia 18 de dezembro de 2013, para as mesmas cidades, reforçam o discurso unido dos promotores locais.

São eles: Lúcio Luiz de Almeida Neto e Fabiana de Souza e Silva Albuquerque (Afogados da Ingazeira e Iguaracy); Paulo Diego Sales Brito (Carnaíba e Quixaba); Lorena de Medeiros Santos (Itapetim e Brejinho); Aurinilton Leão Carlos Sobrinho (São José do Egito e Santa Terezinha); Fabiana de Souza e Silva Albuquerque (Sertânia, em exercício cumulativo); Bruno da Silva Ramos (Tabira e Solidão); e Diego Albuquerque Tavares (Tuparetama e Ingazeira).

Sobre o transporte escolar, o MPPE requisitou informações sobre todos os veículos que fazem o serviço nos municípios, acompanhados de registro e licenciamento (CRVL) atualizados e dos vistos de fiscalização e condutores expedidos pelo Detran/PE; quantitativo de alunos, por turno, que utilizam o transporte escolar municipal; cópia de todos os contratos de prestação do serviço de transporte escolar firmado para execução do programa, bem como cópia dos processos licitatórios referentes aos respectivos contratos de locação; descrição das rotas e itinerários do transporte escolar municipal, e suas respectivas planilhas de custos.

A 3ª Circunscrição compreende os municípios de Afogados da Ingazeira, Iguaracy, Carnaíba, Quixaba, Itapetim, Brejinho, São José do Egito, Santa Terezinha, Sertânia, Tabira, Solidão, Tuparetama e Ingazeira.

Deixar um Comentário