Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Governador rebate críticas sobre ‘nova política’

Publicado em Sem categoria por em 8 de fevereiro de 2014
Eduardo e Marina se encontraram na tarde de sexta (08) na capital pernambucana.

Eduardo e Marina se encontraram na tarde de sexta (08) na capital pernambucana.

da Folha de Pernambuco

O discurso de “nova política” do governador Eduardo Campos (PSB) é algo que tem sido criticado por algumas figuras políticas que discordam dessa visão do gestor socialista. Em conversa com a imprensa após encontro com a ex-senadora Marina Silva (PSB), nesta sexta-feira (07), o socialista rebateu as críticas ao modelo de política que deseja implantar.

De acordo com Campos, “a nova política é quando os políticos se unem em torno de uma pauta do povo”. “Como nós unimos aqui em 2006 com partidos de centro e fizemos um governo de mudança. Um governo que foi reconhecido por 83% da população”, disse o governador ao lado de Marina, que fez uma visita à família de Campos.

“A velha política é quando os políticos se reúnem em torno dos seus interesses. Então, a nova política nós estamos fazendo. Nós fizemos a primeira união de partidos políticos em torno de um programa. Então, aqueles que quiserem se somar a essas diretrizes e a esse conteúdo serão bem-vindos”, continuou Campos.

O governador disse ainda que não tratou com nenhum partido em Pernambuco sobre aliança para 2014. “O passo que nós demos foi trazer o documento das diretrizes para a executiva do PSB que vai começar o debate sobre as diretrizes nacionais com os outros partidos, para ver quais os partidos querem nos ajudar aqui em Pernambuco a dar continuidade ao trabalho que a sociedade deseja que continue. Quem concordar com o programa será bem-vindo, para ajudar a colocar esse programa em prática”, disse.

Sobre as articulações, a ex-senadora Marina Silva afirmou que está sendo feito o desdobramento da aliança Rede-PSB e que “com certeza nenhuma aliança está consolidada”. “Os contatos que estão sendo feitos são contatos que vinham sendo feitos pelo PSB. E o esforço que estamos fazendo é de que este programa tenha uma base de sustentação coerente com esse programa. Esse é o esforço do governador, é o esforço da Rede [Sustentabilidade], é o esforço do PPS. Não vamos fazer nada, como disse o governador, que se sobreponha a esse conteúdo, a esse processo de inovação na política brasileira”, disse a ex-senadora.

Deixar um Comentário