Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Em Afogados, Fernando Bezerra Coelho responde sobre cisternas de plástico e 2014

Publicado em Sem categoria por em 31 de março de 2014
DSC01197

Foto: Bruna Verlene

Por Bruna Verlene

O ex-ministro e candidato ao senado pelo PSB Fernando Bezerra Coelho também esteve presente na maratona de inaugurações do último sábado (29) em Afogados da Ingazeira, e falou a imprensa sobre a sua candidatura ao senado.

Fernando foi questionado sobre as muitas críticas que as cisternas plásticas vem recebendo. “ O programa água pra todos quando estive a frente do ministério da integração, utilizou duas tecnologias para universalizar o acesso a água no semiárido, e uma delas foi a que nós fomos buscar no Chile, Austrália, países tem áreas semiáridas bastantes extensas. As pesquisas foram feitas tiveram aceitação absoluta pelos usuários das cisternas de polietileno, e ocorreram poucos casos no inicio, quando as cisternas foram instaladas que não estavam de conformidade com a garantia do produtor. A gente compreende as críticas que foram colocadas, mas eu analiso  e reputo como muito importante para agilizar o acesso a água.”

Perguntado pelo blog sobre expectativas para a eleição deste ano, o ex-ministro se disse bem animado desde de o lançamento da chapa da Frente Popular. “ Em todas as cidades do estado que fizemos visita a receptividade foi muito positiva. É evidente que ainda estamos distante da campanha e a preocupação de Paulo Câmara e a minha é agora iniciar um debate para a construção do programa de governo, para que a gente possa assumir os compromissos não só em relação aos próximos quatro anos na administração estadual, mas também no meu caso como parlamentar do senado federal, em defesa dos interesses de Pernambuco.”

Bezerra Coelho ressaltou que brigou até o fim para ser candidato ao governo, porque todos sabiam o desejo do ex-ministro de poder liderar a Frente Popular de Pernambuco. E que o governador Eduardo Campos falou que a sua presença era tão importante na chapa quanto era importante em Brasilia.  “O governador está confiante com a candidatura dele e que ele falava da importância de ter uma pessoa amiga no senado federal com a minha experiência, para que Eduardo junto com Fernando possam organizar uma agenda de reformas que o Brasil reclama.” declarou o ex-ministro.

Deixar um Comentário