Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Flores: Laudo do IML atestou que paciente já chegou sem vida a Hospital

Publicado em Sem categoria por em 25 de janeiro de 2014

O histórico e a conclusão da Perícia Tanatoscópica n.º 1442/13, realizada no corpo de Maria Bethânia Nunes Ferreira, feita pelo médico legista, Dr. Luiz Marcelo, no Instituto de Medicina Legal de Caruaru/PE, confirmaram o que o Boletim de Emergência, do Hospital de Flores, assinado pelo então médico plantonista, Dr. Luiz Figueiredo, às 06h05 da manhã do dia 15/09/13, atestou: “a paciente deu entrada na unidade de saúde já sem vida.”

As acusações e o registro de Boletim de Ocorrência feitos na Delegacia de Polícia de Flores, por alguns familiares da paciente, atribuindo ao então médico plantonista, Dr. Luiz Figueiredo e à Secretaria Municipal de Saúde de Flores, a responsabilidade pela morte de Maria Bethânia Nunes da Silva foram precipitados, diz a Prefeitura em nota.

“Também precipitados e eivados de segundas intenções foram os incentivos e a publicação em rede social do ocorrido, por parte de blogueiro conhecido na cidade de Flores, objetivando apenas a exploração política sem nenhuma base médica ou legal e demonstrando a intenção de quem só enxerga nessas situações motivos para tirar proveito midiático. No “calor na hora” e sem a devida cautela, o blogueiro esqueceu de que o caso envolvia sentimentos graves de enlutados e a exposição de profissionais de saúde sérios em acusações graves.

Curioso notar que no Histórico da Perícia Tanatoscópica do IML n.º 1442/13, a causa da morte não foi determinada, mas o médico legista, Dr. Luiz Marcelo, que assinou o documento, registra que o corpo apresentava “sinais externos de violência (…): equimose azulada, mais edema palpebral esquerdo; edema frontal à esquerda; bolsa sanguínea milimétrica frontal à direita”.

Achávamos inconveniente polemizar, naquela ocasião e sem o fundamento técnico e legal a causa da morte da Maria Betânia Nunes da Silva, por entendermos que seus familiares mereciam e ainda merecem o respeito da oração em momento tão trágico. Por isso só agora, após recebermos o resultado da Perícia do IML, entendemos divulgar a investigação da causa da morte da Maria Betânia Nunes da Silva”, conclui a nota da Prefeitura enviada ao blog.

Deixar um Comentário