Lembre-se de mim
Registre-se Esqueceu sua senha?

Emídio faz – acreditem – elogio público à gestão Patriota. E questiona ex Totonho

Publicado em Sem categoria por em 12 de março de 2014
Redação leu nota várias vezes para se certificar que de fato, tratava-se de elogio de Emídio - mesmo que o jogando contra ex-gestor - para com Patriota

Redação leu nota várias vezes para se certificar que de fato, tratava-se de elogio de Emídio – mesmo que o jogando contra ex-gestor – para com Patriota

O vice-presidente do PT de Afogados da Ingazeira e um dos 300 delegados que elegerão o futuro do PT no Estado, Emídio Vasconcelos, surpreendeu ao fazer o primeiro elogio público da história recente ao socialista José Patriota (PSB). Mas não sem criticar o antecessor Totonho Valadares.

Em nota ao blog, Vasconcelos relatou que ao longo dos 8 anos das gestões de Totonho fez  várias críticas “pela insensibilidade, falta de respeito, falta de vontade e até maldade do prefeito por não pagar ao servidor municipal o salário mínimo como base”.

“Lembremos que seu slogan de gestão era ‘Por amor a esta terra’. Por isto sempre afirmei que a terra amada era a Fazenda Borges, e não a nossa Afogados da Ingazeira, tampouco os servidores do município. Lembro que à época citei como referencia a cidade de Carnaíba, que desde 2005 já reconhecia este direito ao servidor público municipal”.

Emídio diz ter acompanhado pelo blog a informação de que o prefeito José Patriota enviou projeto de lei  para a Câmara de vereadores concedendo o reajuste do salário do servidor tendo como base o salário mínimo, o que se configura uma conquista desta categoria .

“Agora me surpreendo ao ler uma nota oficial da Prefeitura de Afogados da Ingazeira, onde se há um nítido orgulho em pagar o salário-base dos servidores pelo salário mínimo, exaltando o fim do abono e demais vantagens de tal ato. A nota diz que além de acabar com o penduricalho, oficializando o que é legítimo e de direito do servidor, a iniciativa da Prefeitura vai garantir ao funcionalismo uma série de benefícios. Ao final, o Prefeito também afirma  que esse é um sonho e uma reivindicação antiga dos servidores”.

Emídio alega que não poderia  deixar de registrar  que as mesmas pessoas que implantaram o reajuste, alegando ser direito do servidor e reivindicação antiga, foram as que me combateram quando ele denunciou por várias vezes o que chama de “descalabro com os servidores públicos municipais”.

“Fica claro que eles me combateram não porque pensavam diferente de mim, mas sim por conveniência e bajulação ao Prefeito de plantão”.

E conclui para nossa surpresa elogiando o atual gestor pela primeira vez em nossa história recente, claro, com tom de ironia. “De toda forma, parabéns à atual gestão pela implantação e coragem de confrontar abertamente a gestão anterior quando diz existir um direito do servidor, fruto de antiga reivindicação”.

Deixar um Comentário